Comissão de NY volta atrás e libera lutadora com silicone no UFC

Pearl Gonzalez foi examinada e liberada para enfrentar Cynthia Calvillo, neste sábado

Relacionadas

Pearl Gonzalez será uma das grandes estrelas do UFC 210, marcado para esse sábado, na cidade de Buffalo, em Nova York. Porém, um problema bastante inusitado quase impediu que ela enfrentasse Cynthia Calvillo. Para evitar acidentes, a Comissão Atlética do Estado de Nova York não permite que atletas com implantes nos seios lutem nos eventos que regulamenta e, por isso, o combate foi cancelado.

De acordo com a Comissão, a proibição acontece "devido a uma preocupação com rupturas". Por isso, "pugilistas que têm implantes mamários não são elegíveis a lutar em Nova York". Porém, a decisão foi anunciada apenas nesta sexta, véspera da luta, depois de Gonzalez passar pos exames médicos e até mesmo da pesagem.

 

#PearlGonzalez #UFC210 #Buffalo #Auntorage #10thPlanetSanDiego #boogeymartinez #MTC #CoachAl #FunctionalAthlete #CoachSteve

Uma publicação compartilhada por Pearl Gonzalez (@pearlgonzalez) em

MUDANÇA DE DECISÃO

Algumas horas depois, porém, a decisão foi reconsiderada: "Depois de considerar cuidadosamente e ter uma conversa com os responsáveis pelo tratamento de Pearl Gonzalez, a Comissão determinou que a senhorita Gonzalez é medicamente apta a participar do UFC 2010, evento realizado em Buffalo, em Nova York". Dana White, presidente do evento, também se manifestou no Twitter: "Parem de escutar sites e o que quer que seja. Se você não ouviu de nós, provavelmente não é verdade. Essa luta vai acontecer".

MAIS SOBRE:

LutaUFCNova YorkLutaSilicone
Comentários