Brasileira Cris Cyborg fica sem a 'rival dos sonhos' no UFC 214

Ultimate não contratou a australiana Megan Anderson, e lutadora continua sem rival confirmada

Relacionadas

A brasileira do UFC Cris Cyborg, que já anda insatisfeita com a organização do Ultimate, e em fim de contrato, tem mais um motivo para se preocupar: ela está sem rival no UFC 214, no dia 29 de julho, em Anaheim, na Califórnia.

A adversária que ela queria enfrentar, a australiana Megan Anderson, foi contratada pelo Invicta FC (organização norte-americana que promove apenas o MMA feminino) para outro combate, em 15 de julho. Desta maneira, não há como a brasileira e a australiana se enfrentarem, pois a direção do UFC preferiu não contrariar a organização rival.

O presidente do UFC, Dana White, confirmou a presença da brasileira no card do UFC 214, restando portanto outra "alternativa" para o combate. A holandesa Germaine de Randamie, atual campeã, já afirmou que prefere devolver o título a enfrentar a brasileira.

"Esse problema não é meu. Ela (Germaine) é a campeã que o UFC fez. Eu só quero lutar, independentemente de cinturão ou não", afirmou a brasileira.

Resta, assim, o nome da norte-americana Cat Zingano, que vem de derrota para Julianna Peña no UFC 200, em julho do ano passado.

MAIS SOBRE:

lutasUFC
Comentários