Campeã dos moscas prevê vitória de Cris Cyborg por nocaute ou finalização

Valentina Shevchenko acredita na vitória da paranaense contra Amanda Nunes no fim de semana

 V. Shevchenko foi derrotada duas vezes pela Leoa. Foto: Reprodução/Instagram @bulletvalentina

Relacionadas

As brasileiras Cris Cyborg e Amanda Nunes vão protagonizar a primeira superluta feminina do MMA no UFC 232, dia 29 de dezembro em Los Angeles (EUA). A paranaense vai colocar o cinturão dos penas em disputa contra a baiana. Para vencer essa batalha, Cristiane Justino convocou antigas adversárias da ‘Leoa’ para seu camp, entre elas Valentina Shevchenko.

Ao acompanhar e ajudar Cyborg nos treinamentos para a superluta, Shevchenko prevê que o combate entre as brasileiras não vai para a decisão dos juízes. Em conversa com jornalistas, a quirguistanesa apostou em uma vitória de Cris por nocaute ou finalização antes do início do último round.

"Cris encerrará essa luta antes de ir para a decisão. Ela vai nocautear ou finalizar no terceiro, talvez no quarto round. (…) Amanda vai começar bem, acho que ela vai usar a mesma tática que usou contra mim. Tentar evitar a trocação franca, se movimentar, somar pontos… (…) Sem muito dano, mas com mais pontos. Em algumas situações, tudo bem. Nunca se sabe o que pode acontecer. Irá tentar algumas quedas ou algo assim, mas, com a pressão de Cyborg, Amanda não conseguirá fazer tanto isso. (…) Ficará cansada e, nesse momento, Cyborg vai para cima com tudo e encerrará a luta", cravou Valentina, dando sua opinião.

Shevchenko enfrentou Amanda em 2016 e 2017 no UFC 196 e 215. Nas duas oportunidades, a brasileira venceu por decisão dos juízes. Mesmo com dois reveses, Valentina afirmou que ainda tem "negócios inacabados" com Nunes e gostaria de realizar um terceiro combate.

No início de dezembro, a quirguistanesa conquistou o cinturão vago dos moscas ao vencer Joanna Jedrzejczyk. Valentina soma em seu cartel 19 combates, sendo 16 triunfos e três reveses.

 

MAIS SOBRE:

MMA [artes marciais mistas]Cris CyborgEstados Unidos [América do Norte]Amanda NunesUFC [Ultimate Fighting Championship]
Comentários