Chefão do UFC quer dar prêmio a lutadora que defecou durante luta

Justine Kish sofreu um incidente para lá de desagradável no último final de semana

Relacionadas

Uma das pessoas mais comentadas durante a semana foi Justine Kish, atleta do UFC que, de tanto esforço que fez durante a luta contra Felice Herrig, acabou defecando dentro do octógono, virando alvo de brincadeiras no mundo inteiro. Porém, nem tudo é brincadeira. Segundo a própria lutadora, Dana White, chefe do evento, ligou para ela, afim de reconfortar a atleta e até mesmo oferecendo um bônus pelo esforço demonstrado.

"Ele me ligou no dia seguinte ao da luta. Ele quis checar comigo e ter certeza de que eu estava bem. Ele percebeu que teve um pouco de humilhação por trás do que aconteceu. Ele me encorajou e disse: 'Você lutou como guerreira. Amei o jeito como você lidou'", afirmou a lutadora ao programa The Domenick Nati Show. "Outra coisa que é legal é que o Dana sugeriu que eu tenha um pequeno bônus, um presente, pela minha performance. O UFC é muito bom em dar pequenos bônus secretos – ao menos para mim – aqui e ali. Eu não pedi e não sei quanto será ou qualquer coisa, então vamos ver. Descobrirei em algumas semanas", garantiu.

Vivendo uma fase conturbada, Kish é considerada uma das futuras estrelas do UFC. Em sua carreira no MMA, ela venceu seis lutas e perdeu apenas essa, para Felice Herrig. A luta, inclusive, deve causar uma mudança de regulamento na categoria. Está em análise uma regra de que atletas que tiverem algum "incidente intestinal" durante o combate sofrerão um nocaute técnico automaticamente.

MAIS SOBRE:

LutasDana WhiteUFCLuta
Comentários