Com a presença de 'The Rock', Masvidal e Diaz se encaram antes do UFC 244

Astro de Hollywood assume papel de Dana White e media encontro dos protagonistas do evento deste sábado

 J. Masvidal (esq.) encara N. Diaz (dir.) na presença de The Rock. Foto: Reprodução/YouTube UFCA última encarada entre Jorge Masvidal e Nate Diaz, ocorrida na noite desta sexta-feira (1), antes do confronto que acontecerá neste sábado (2), em Nova York, seguiu o roteiro escrito durante toda a promoção do UFC 244. Os atletas, que pregaram respeito um ao outro, ficaram tranquilos quando colocados frente a frente. Uma das ações que mais levantou o público foi a presença do ator ‘The Rock’, que tomou o lugar de Dana White e se posicionou no meio dos combatentes.

Relacionadas

Nas mãos do astro de Hollywood, o aguardado cinturão confeccionado pelo UFC exclusivamente para este confronto. Se trata do título de ‘Filho da Mãe Mais Duro do Jogo’, avaliado em US$50 mil (cerca de R$ 200 mil) e que estará em jogo na luta principal deste final de semana.

Após a pesagem cerimonial e pose para as fotos, Nate Diaz, como sempre com poucas palavras, fez questão de apresentar seu irmão Nick, que provavelmente estará em seu corner no duelo conta o compatriota.

"Eu gostaria de apresentar para vocês o melhor lutador de todos os tempos, Nick Diaz. Eu também vou estar com todo o time de Nick do meu lado para a luta", disse Diaz, arrancando aplausos da plateia.

Menos contido, Masvidal falou mais em sua entrevista. O atleta fez questão de elogiar o cinturão e disse estar pronto para o confronto contra Diaz. "Estar aqui e lutando para toda essa gente, ter todos me assistindo, isso é o que me motiva", disse Jorge.

O atleta aproveitou para elogiar o cinturão feito pelo UFC para o encontro contra Diaz. "Esse cinturão é o cinturão mais bonito que eu já vi em toda a minha vida, não posso mentir", disse o norte-americano que, em seguida, apontou para Roberto Duran, uns dois mais talentosos boxeadores da história, que estava na plateia.

Johnny Walker sem gracinhas

 C. Anderson (esq.) e J. Walker (dir.) em encarada para o UFC 244. Foto: Reprodução/YouTube UFCUm dos duelos mais aguardados pelo público brasileiro é o retorno de Johnny Walker ao octógono. Com apenas três apresentações pela empresa e três nocautes devastadores, o lutador de Belford Roxo (RJ) rapidamente se tornou um dos xodós dos fãs de MMA.

Na encarada de hoje, o combatente, que está ficando conhecido pelo bom humor, preferiu ficar mais sério. Quando ficou frente a frente com Corey Anderson, seu rival deste sábado e sétimo no ranking dos meio-pesados, o brasileiro se manteve com expressão séria e com ar de concentração.

Uma vitória de Walker pode colocar o lutador em ótima condição para desafiar Jon Jones pelo cinturão da divisão.

Brasileiros tem encarada calma

Dos 24 atletas que se apresentarão neste final de semana, três serão os responsáveis por carregar as cores do Brasil para o octógono. A primeira a aparecer para a pesagem cerimonial foi Jennifer Maia, que travará uma importante luta contra Katlyn Chookagian. As trocam forças para conquistar um lugar como próxima desafiante ao título das moscas, Valentina Shevchenko.

Quando ficaram frente a frente, as lutadoras se respeitaram, mas o clima era de seriedade. Outro atleta que tem um compromisso duro é Vicente Luque. O atleta terá, pela primeira vez, a chance de encarar um adversário melhor ranqueado na divisão dos meio-médios. Neste sábado, Luque irá encarar Stephen Thompson, ex-desafiante ao título da categoria, que atualmente figura na nona posição do ranking.

Vicente quer garantir a boa fase para continuar subindo na divisão e, no futuro, disputar o título, que hoje pertence ao nigeriano Kamaru Usman.

MAIS SOBRE:

MMA [artes marciais mistas]UFC [Ultimate Fighting Championship]Jorge MasvidalNate DiazDwayne JohnsonJohnny Walker
Comentários