Covington afirma que aceitaria luta contra St-Pierre ou Nick Diaz

Norte-americano quer uma luta para unificar o título contra Woodley ou Till, mas aceitaria antes um confronto contra os ex-campeões

 C. Covington faz sua lista de oponentes possíveis. Foto: Reprodução/Facebook UFCO campeão interino dos meio-médios, Colby Covington só vê em seu futuro uma disputa pela unificação pelo título da categoria. Com isso, ele deve esperar o confronto entre Tyron Woodley e Darren Till no UFC 228 em setembro para saber quem será o detentor do cinturão. Em entrevista ao site MMAWeekly, "Chaos" explicou que o combate contra o titular deve demorar, por isso aceitaria um duelo contra Georges St-Pierre ou Nick Diaz.

Relacionadas

"Há apenas algumas lutas que farão sentido para mim. Obviamente, estou defendendo meu cinturão contra o vencedor número 1 dos lutadores - Darrell "Doughboy" Till ou Tyquil Woodley - mas há outras lutas que se apresentam. GSP e outro cara, o Nate Diaz", explicou Covington.

O primeiro adversário na lista de Covington é ex-campeão meio-médio e médio, Georges St-Pierre. O canadense já demonstrou a possibilidade de uma volta no UFC 230 no dia 03 de novembro ou UFC 231 em 08 de dezembro.

"GSP, aquele otário de xarope, ele pode vir pegar isso. Ele acha que ele é o maior meio-médio de todos os tempos. Eu tenho mais uma coisa a dizer sobre isso. Eu vou destruí-lo. Vou mandá-lo de volta para o Canadá chorando", provocou Chaos.

A segunda opção é o ex-campeão dos meio-médios do Strikeforce, WEC e do IFC, Nick Diaz. "Nick Diaz é outro cara. Se ele parar de bater nas mulheres, ele pode vir também. Ele provavelmente vai falir logo porque está preso e está gastando todo seu dinheiro em drogas", provocou Colby.

Covington tem em sua lista de possíveis oponentes os arquirrivais, o campeão dos leves, Khabib Nurmagomedov e o ex-campeão de duas divisões, Conor McGregor que se enfrentam no UFC 229.

"Há alguns pesos leves - Khabib [Nurmagomedov] e Conor [McGregor] - se eles quiserem reivindicar outro cinturão, eu tenho o cinturão dos meio-médios interino. Então essas lutas podem se apresentar", concluiu Covington.

 

MAIS SOBRE:

LutasGeorges St-PierreTyron WoodleyConor McgregorUFC [Ultimate Fighting Championship]
Comentários