Covington faz previsão de vitória sobre Usman: 'Nocaute no terceiro round'

Norte-americano acredita em triunfo sobre nigeriano pelo cansaço em luta que é negociada para acontecer no UFC 245, em dezembro

 Covington (esq.) podem lutar no UFC 245. Foto: Montagem SL MMA Press

Relacionadas

O aguardado duelo entre Kamaru Usman e Colby Covington, anunciado para o dia 14 de dezembro, no UFC 245, colocará três títulos em jogo; um deles, o do nigeriano, número um entre os meio-médios (até 77kg.). Confiante na vitória, o lutador faz a previsão sobre sua vitória em cima de Usman. Para ele, o combate será interrompido por um nocaute. A declaração foi feita para o theScoreMMA.

"Vejo um nocaute no terceiro round knockout. Ele não vai durar muito nos assaltos finais e vai descobrir rapidamente que não é tão bom quanto pensa", disse Covington.

O atleta, então, passou a criticar as habilidades de Kamaru. Conhecido por suas provocações ácidas e, muitas das vezes, sem limites, o lutador começou a questionar o mérito de Usman em ostentar o título do UFC.

"Ele é um péssimo lutador. Teve um caminho fácil para chegar ao título. Ele entrou e bateu todos as pessoas que estavam atrás de mim e agora ele acha que é Deus. Agora ele está correndo para Deus, e ele vai descobrir no dia 14 de dezembro. Ele vai ser derrotado dentro de três rounds. Guarde minhas palavras que você ouviu aqui", disse o lutador.

Embora soe um tanto quanto prepotente, Covington tem mostrado ao longo de suas atuações que tem capacidade de atuar com tranquilidade dentro de cinco rounds. Em sua última apresentação, o norte-americano promoveu um verdadeiro espetáculo ao bater o ex-campeão da divisão, Robbie Lawler, com facilidade e, de quebra, bateu o recorde de golpes significativos conectados em uma única luta.

Ciente de suas qualidades, Colby, então, tem mantido à risca sua tradição de provocar seus oponentes e, na mesma entrevista, relatou o "medo" de Usman não comparecer ao duelo, caso seja confirmado pela diretoria do Ultimate.

"Estou sempre preocupado com Kamaru Usman não aparecer no lugar combinado. E isso é uma possibilidade real. Existe, de fato, uma chance de ele não comparecer em 14 de dezembro. Isso é a única coisa que me preocupa. Minha estratégia eu sempre trago, e o UFC também sabe. Eu vou estar lá em 14 de dezembro", finalizou Covington.

Covington, que já ostentou o título interino da divisão, enfrentará Usman levando ao octógono um cartel de 15 lutas, com 14 triunfos e apenas uma derrota. A única vez em que o norte-americano amargou um revés aconteceu em dezembro de 2015, quando foi finalizado pelo brasileiro Warlley Alves no UFC 194.

Usman, por sua vez, além do título, coloca em jogo um cartel semelhante ao de seu rival. O nigeriano já realizou 16 confrontos, somando 15 triunfos e sofrendo apenas uma derrota. Usman perdeu em 2013, na segunda luta de sua carreira.

MAIS SOBRE:

MMA [artes marciais mistas]UFC [Ultimate Fighting Championship]Kamaru UsmanColby Covington
Comentários