Dan Henderson considera deixar a aposentadoria para revanche com Bisping

“Não tenho planos de voltar, mas não diria que eles estariam perdendo tempo, se eles tivessem muito dinheiro”

 Hendo lutando no UFC, teve um cartel de 18 lutas, nove vitórias e nove derrotas. Foto: Josh Hedges/UFC

Relacionadas

Dan Henderson se aposentou do MMA após derrota para o campeão dos médios, Michael Bisping no UFC 204, na Inglaterra em 2016. Perto de completar 48 anos, Hendo afirma que não descarta voltar ao octógono.

Belfort lutou contra Lyoto com joelho lesionado no UFC 224, no Rio

Daniel Cormier pode ser um dos maiores lutadores da história do MMA

McGregor enviou carta de desculpas para lutadora após ataque a ônibus

Em entrevista ao programa ‘MMA Junkie Radio’, Henderson disse que não pensa em voltar as lutas, apenas razões econômicas o induziriam a voltar. “Não tenho planos de voltar. [Mas] Eu não diria que eles estariam perdendo tempo, se eles tivessem muito dinheiro”, explicou.

A possibilidade do retorno de Hendo foi cogitada durante o programa ‘MMA Junkie Radio’, após ser comentado sobre o retorno de Chuck Liddell, de 48 anos, às artes marciais mistas.

Henderson, que nocauteou Bisping em 2009, fez um novo combate com o rival no dia 8 de outubro deste ano. O veterano derrubou o inglês em duas oportunidades, mas, após cinco rounds de disputa, foi derrotado na decisão dos jurados. "Estou bastante irritado agora, e, pelo dinheiro certo, tenho certeza que poderia ser convencido a fazer um tira-teima. Não que eu ache que ele aceitaria um outro convite para levar uma surra", comentou ao  site “Champions.co”.

Dan Henderson foi campeão dos médios e dos meio-médios no Pride e dos meio-pesados no Strikeforce. Lutando no UFC, teve um cartel de 18 lutas, nove vitórias e nove derrotas.

MAIS SOBRE:

LutasMMA [artes marciais mistas]Dan HendersonMichael BispingUFC [Ultimate Fighting Championship]
Comentários