Dillashaw e Namajunas fazem história e derrubam campeões no UFC 217

Norte-americanos levaram a melhor sobre Cody Garbrandt e Joanna Jedrzejczyk

 Dillashaw (esq) acabou com C. Garbrandt (dir) (Foto: Reprodução Instagram ufc_brasil)

Relacionadas

O UFC 217 já teve dois momentos históricos. Em uma noite, dois campeões caíram com dois novos líderes surgindo. No peso palha feminino, a norte-americana Rose Namajunas chocou o mundo ao nocautear a multicampeã de muay thai e dona do cinturão do Ultimate Joanna Jedrzejczyk ainda no primeiro round. Na luta co-principal, outro desafiante se deu bem: ex-campeão, TJ Dillashaw também nocauteou Cody Garbrandt e reaveu o título perdido no início de 2016.

Além disso, o card principal teve vitória por decisão de Stephen Thompson sobre Jorge Masvidal, além de uma performance sensacional do brasileiro Paulo Borrachinha, que nocauteou o ex-campeão Johny Hendricks e desafiou Derek Brunson.

+Em estreia como profissional, americano nocauteia rival com joelhada voadora

+Ele voltou! St. Pierre apaga Bisping e conquista título dos médios no UFC

+ Siga o Fera no Twitter!

Novo campeão...de novo

Campeão há pouco mais de 10 meses, Cody Garbrandt chegou com postura de dono de cinturão para seu duelo com TJ Dillashaw. Confiante, o lutador da Team Alpha Male parecia estar um passo à frente do desafiante, seu ex-companheiro de equipe e inimigo. Mais rápido e com a esquiva em dia, "No Love" conseguia desviar dos chutes de TJ e acertava golpes duros, principalmente os ganchos de esquerda.

No fim do primeiro round, Garbrandt quase liquidou a fatura quando derrubou Dillashaw com um desses ganchos e o ex-campeão foi salvo pelo gongo. Tanto que precisou de ajuda para chegar ao córner. Porém, os conselhos de Duane Ludwig surgiram efeito e TJ voltou melhor.

No segundo assalto, o ex-campeão começou a investir nos chutes, desistindo de combinações. Em um deles, Dillashaw derrubou Garbrandt, que logo levantou. Porém, segundos depois, TJ acertou um gancho em sequência parecia com a que o derrubou. Cody caiu e não levantou mais. O ex-campeão agora tinha o cinturão de novo com ele.

"Para mim, sempre fui o campeão. Não perdi aquela luta para Dominick Cruz e venho enfrentando os caras mais duros neste período. Cody é um cara duro e vai voltar. Tem mãos pesadas e é muito rápido. Sei que nós iremos nos ver de novo", relatou o novo dono do cinturão peso galo do UFC.

Maior zebra da noite

 

 R. Namajunas fez história (Foto: Reprodução Instagram ufc)

A norte-americana de ascendência lituana Rose Namajunas fez história no UFC 217 ao superar Joanna Jedrzejczyk, uma das campeãs mais dominantes da história da organização em seu próprio ponto forte. Conhecida por seu jiu-jitsu, "Thug Rose" nocauteou Joanna no primeiro round com um furioso golpe de esquerda que atordoou e apagou a polonesa.

Namajunas já havia acertado um soco duro no rosto de Jedrzejczyk, que foi a knockdown, mas mostrou bom grappling defensivo ao evitar o jogo de chão da desafiante. Porém, logo depois, aceitou o jogo em pé de Rose e se deu mal. Ao cair no segundo knockdown, Joanna não aguentou a sequência de golpes de Namajunas e pediu para que o árbitro parasse a luta.

 

MAIS SOBRE:

lutasUFC [Ultimate Fighting Championship]Dana White
Comentários