Em luta equilibrada, Jennifer Maia é derrotada por Katlyn Chookagian no UFC 244

Brasileira perde para número um do ranking e se afasta de chance pelo cinturão das moscas

 K. Chookagian (foto) derrota J. Maia no UFC 244. Foto: Reprodução/Instagram @blondefighter  

Relacionadas

Não foi desta vez que a brasileira Jennifer Maia poderá desafiar Valentina Shevchenko pelo título das moscas (até 56,7kg.). Em confronto no card preliminar do UFC 244, ocorrido neste sábado (2), em Nova York, a curitibana acabou sendo derrotada por Katlyn Chookagin na decisão unânime dos juízes e se afastou temporariamente da chance de lutar pelo cinturão da divisão.

Apesar da decisão majoritária dos juízes, o combate foi travado de forma bastante equilibrada. A norte-americana, no entanto, fez valer a fama de ‘vencedora nas decisões’ e somou seu décimo triunfo consecutivo em sua carreira, que agora conta com 13 apresentações.

Antes de subir no octógono, a curitibana, que aceitou, junto com sua adversária, o confronto com duas semanas de antecedência, mostrava confiança no bom resultado para poder desafiar a inquestionável Valentina Shevchenko.

A derrota marcou o sexto resultado negativo da atleta da ‘Chute Boxe’ e o segundo desde que assinou seu contrato profissional com o Ultimate. O revés também interrompeu uma sequência de duas vitórias consecutivas de Jennifer.

Katlyn, por sua vez, conseguiu seu segundo triunfo e, ainda no octógono, fez questão de inferir o desejo de enfrentar a campeã.

A luta

Jennifer começou o combate tomando a iniciativa ao desferir um cruzado de direita que passou no vazio. Chookagian permanecia afastada, evitando o contato coma brasileira. Maia permanecia caminhando para cima e tentando encurtar a distância para tentar conectar seus golpes. Passado pouco mais de um minuto, as lutadoras trocavam ataques no centro do octógono, com ligeira vantagem para a curitibana. A norte-americana tentava tirar vantagem da maior envergadura e arriscava chutes no corpo da adversária. Restando dois minutos, Jennifer conseguiu aplicar uma boa sequência de golpes e conseguiu pressionar a adversária na grade. Katlyn, no entanto, conseguiu sair. No fim da etapa, Chookagian começou a crescer no combate e se soltar na luta. A norte-americana conseguiu conectar dois bons chutes em sequência, um na cabeça, que explodiu na guarda da brasileira e o outro na barriga.

No segundo round, a norte-americana continuava a esperar as ações da brasileira e atuar no contra-ataque. Katlyn apostava nos chutes, mas Maia estava atenta nas defesas. Após um minuto, Jennifer aplicou um cruzado na cabeça da oponente, que arrancou aplausos de sua equipe. O duelo permanecia equilibrado, com boas investidas das duas atletas. Chookagian conseguiu aplicar um bom ‘supergirl punch’, que tocou o rosto da brasileira. Jennifer permanecia caminhando para frente e tentava encurralar a rival, que se movimentava bem no octógono. Maia mostrava dificuldade para encontrar a distância e conseguir conectar golpes mais efetivos. Nos segundos finais, Katlyn conseguiu uma boa sequência de socos no rosto da brasileira, que não acusou os golpes.

No assalto final, Jennifer precisava partir para cima para tirar qualquer dúvida de derrota nas etapas anteriores. A curitibana iniciou partindo para cima logo no começo e logo pressionou a oponente contra a grade. Maia tentava aplicar a queda, mas Chookagian se defendeu bem, até que conseguiu afastar a brasileira. Assim como nos rounds anteriores, a norte-americana continuava a tirar vantagem da maior envergadura e impedia que Jennifer aplicasse combinações que pudessem levá-la a nocaute. Restando pouco mais de um minuto para o fim da luta, a curitibana conseguiu uma boa queda sobre a adversária e começou a tentar uma finalização. Na meia guarda, a brasileira mostrava sinais de cansaço e não agredia a rival. Nos segundos finais, as atletas trocaram golpes no chão, mas não havia mais tempo.

Jairzinho Rozenstruik aplica nocaute brutal em Arlovski

 

 J. Rozenstruik (esq.) aplica nocaute fulminante em A. Arlovski (dir.). Foto: Reprodução/Instagram @ufc  

A vida não anda boa para o ex-campeão peso pesado (até 120,2kg.) do Ultimate, Andrei Arlovski. Após ensaiar uma recuperação na carreira, depois de bater Ben Rothwell em julho, Andrei voltou a ser derrotado na sua carreira. No UFC 244, o atleta acabou sendo presa fácil para Jairzinho Rozenstruik no card preliminar, que aplicou um nocaute fulminante no rival com apenas 29 segundos de luta.

O revés marcou a nona derrota consecutiva de Arlovski nos últimos 13 confrontos.

Jairzinho, por sua vez, permanece invicto na sua carreira, com nove lutas e sem reveses.

Logo no início do combate, Jairzinho conectou um bom cruzado no queixo de Andrei, que já cambaleou. Arlovski tentou se recuperar e partiu para cima de Rozentruik. Jairzinho se esquivou bem e, no contragolpe, conectou um cruzado certeiro no queixo do ex-campeão da divisão, que caiu, obrigando o árbitro a interromper o embate

Shahbazyan aniquila Brad Tavares e mantém invencibilidade na carreira

 

 E. Shahbazyan em vitória pelo Ultimate. Foto: Reprodução/Facebook ufc  

Edmen deu um verdadeiro show no UFC 244. Aos 21 anos de idade, o lutador conseguiu, mais uma vez, mostrar que não é apenas uma promessa do esporte. Contra Brad Tavares, o atleta mostrou seu repertório de golpes e levou o adversário ao chão logo no início do combate. O oponente mostrou coração e conseguiu se levantar, mas Shahbazyan se aproveitou do bom momento e finalizou a fatura com um chute alto que levou Tavares a nocaute.

Com o triunfo, sobe para 11 o número de vitórias do norte-americano desde que estreou em sua carreira profissional, em fevereiro de 2017. O atleta chega para ameaçar o reinado de Israel Adesanya na divisão dos médios (até 83,9kg.).  

Resultados do UFC 244

CARD PRELIMINAR

Peso meio-pesado (até 93kg): Corey Anderson x Johnny Walker

Peso pena (até 65,7kg): Shane Burgos x Makwan Amirkhani

Peso médio (até 83,9kg): Edmen Shahbazyan derrotou Brad Tavares por nocaute a 2m27s do R1.

Peso pesado (até 120,2kg): Jairzinho Rozenstruik derrotou Andrei Arlovski por nocaute a 29s do R1.

Peso mosca (até 56,7kg): Katlyn Chookagian derrotou Jennifer Maia na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso meio-médio (até 77kg): Lyman Good derrotou Chance Rencountre por nocaute a 2m03s do R3

Peso pena (até 65,7kg): Hakeem Dawodu derrotou Julio Arce na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

MAIS SOBRE:

MMA [artes marciais mistas]UFC [Ultimate Fighting Championship]Jennifer MaiaJairzinho RozenstruikAndrei ArlovskiKatlyn ChookagianEdmen ShahbazyanBrad Tavares
Comentários