Em pingue-pongue de provocações, Jon Jones responde Adesanya

Campeão meio pesado não gosta de previsão de nigeriano em incitar combate para 2021

 J. Jones em coletiva após o UFC 239. Foto: Reprodução/YouTube UFCA maior atração desta semana no mundo do MMA certamente será o desafio entre Robert Whittaker e Israel Adesanya, pela unificação do título dos médios. No entanto, um tema em específico tem fugido à pauta principal. Durante os dias que precedem o UFC 243, o nigeriano declarou o desejo de enfrentar o campeão meio pesado (até 93kg.), Jon Jones e a informação não chegou bem aos ouvidos da lenda do Ultimate. Em resposta, o norte-americano tratou de se impor em declarações fortes. As palavras foram escritas na conta oficial de Jones no Twitter.

Relacionadas

"Não se iluda, garoto. Se você se meter com uma fera como eu, eu vou te expor", escreveu Jon Jones. O norte-americano também mostrou irritação ao comentar o fato de Adesanya ter dito que assistiu o último duelo de Jones (contra Thiago Marreta) e confirmou que o campeão já não é mais o mesmo de tempos atrás. Em resposta, Jones tratou de dar sua opinião sobre o assunto.

"Você disse que me viu lutar em pessoa contra Thiago (Marreta) e que eu não parecia o mesmo", disse Jones, lembrando, também, do último combate de Adesanya, quando o atleta encontrou dificuldades em alguns momentos para suportar a pressão de Kelvin Gastelum.

"Eu também vi você enfrentar KG (Kelvin Gastelum), não precisei estar lá. Você quase foi nocauteado em mais de uma ocasião. Thiago não conseguiu nem tocar minha cara e ele cresceu no kickboxing. Você só viu minha trocação naquela noite e agora está convencido que pode me bater?", indagou o norte-americano.

Por fim, Jon Jonesencerrou os comentários com uma frase de efeito na intenção de intimidar o nigeriano. "Continue se convencendo que um dia você estará pronto para encarar um chefe como eu. Eu vou continuar me convencendo que, quando este dia chegar, farei de você minha vadia", finalizou a lenda.

Desde que bateu o brasileiro Thiago Marreta, no UFC 239, em julho, o Ultimate trabalha para encontrar um novo adversário para Jones. O atleta já derrotou a maioria dos adversários no topo da categoria. Uma possibilidade estudada era a migração do campeão para os pesados. Na ocasião, era cogitada uma terceira luta contra Daniel Cormier, eterno rival de Jones, ex-campeão meio-pesados e que, na época, ostentava a cinta dos pesados.

A derrota de Daniel Cormier para Miocic no UFC 241, no entanto, acabou frustrando os planos da organização, que voltou à estaca zero para buscar as possibilidades de duelo para uma de suas maiores estrelas.

MAIS SOBRE:

MMA [artes marciais mistas]UFC [Ultimate Fighting Championship]Jon JonesIsrael Adesanya
Comentários