Em recomeço no UFC, Lyoto Machida crava: ‘Meu objetivo é ser campeão’

Sem lutar há 28 meses, Lyoto quer bater Brunson para se aproximar de seu maior objetivo: o cinturão dos médios

Relacionadas

Sem pisar no octógono desde o longínquo dia 27 de junho de 2015, Lyoto Machida se prepara, enfim, para voltar à ativa neste sábado (21), quando enfrentará Derek Brunson na atração principal do UFC São Paulo. Superadas as duas derrotas em suas últimas apresentações e a polêmica envolvendo doping, que o deixou impossibilitado de lutar por 18 meses, o brasileiro foca, agora, em recomeçar sua trajetória na divisão do médios, relembrando os momentos que o levaram ao topo do mundo do MMA.

+ Belém deve receber primeira edição do UFC no Brasil em 2018

+ O dia em que George Foreman lutou contra 5 adversários

+ Evento na Irlanda tem agressão de córner a ex-lutador do UFC; veja

“Depois de um intervalo grande desse, é um recomeço para mim, está sendo tudo novo. Mas estou curtindo, estou gostando, porque é lembrar do início, é sempre importante lembrar do início da sua carreira, o que me levou a ser campeão e toda a trajetória que eu tive. Esse recomeço é muito importante para eu ter na minha mente, lembrar de tudo e aproveitar”, declarou Machida em entrevista ao Super Lutas.

Apesar do tempo inativo e do tumultuado atual cenário da elite dos médios, Lyoto já traçou seu maior objetivo: conquistar o cinturão da categoria, que atualmente está em posse de Michael Bisping. Aos 39 anos, o ex-campeão dos meio-pesados garante que seu retorno não motivado por dinheiro, mas sim pela vontade de se superar como lutador.

“Eu não estou voltando a lutar só por lutar. Não existe uma atividade que eu faça só por fazer, só pelo dinheiro. É um conjunto de coisas, e esse conjunto tem que ter um objetivo maior, e meu objetivo é ser campeão dessa categoria. É uma categoria que está muito disputada, então eu tenho que ter esse objetivo, ter esse desafio”, disse o brasileiro, que completou afirmando estar pronto para superar o jogo de Brunson na base da estratégia.

“Quando falamos de MMA, falamos de um mix muito grande, onde a luta pode acontecer em qualquer ambiente. É lógico que por eu ser um cara que vem da luta em pé, sempre vou buscar a luta em pé, mas estou preparado para situações em que o Derek Brunson tenha o seu ponto forte… a parte de quedas, a de chão. Então vai ser uma luta em que cada um vai tentar por sua estratégia para sair na frente”, concluiu.

Assista a entrevista completa com Lyoto Machida: 

 

 

MAIS SOBRE:

LutasLyoto MachidaDerek BrunsonUFC [Ultimate Fighting Championship]MMA [artes marciais mistas]
Comentários