Ex-boxeador argentino morre engasgado em concurso de comer croissants

Mario Melo, de 56 anos, participava da Festa da Medialuna, na cidade de Pinamar, em Buenos Aires

Relacionadas

O ex-boxeador argentino Mario Melo, de 56 anos, morreu engasgado enquanto participava da Festa da Medialuna, na cidade de Pinamar, na província de Buenos Aires - um evento que premiava a pessoa que conseguisse comer a maior quantidade de croissants em um minuto.

Melo participou no domingo de uma competição que consistia em ingerir o máximo de medialunas (uma variação argentina do croissant) possível em um minuto. Após engolir a terceira, segundo disse a irmã do ex-boxeador à imprensa local, ele passou mal.

A primeira assistência foi realizada por um bombeiro que assistia ao evento como espectador. O segundo foi feito por um médico do hospital de Pinamar que estava fora de serviço, explicou à Agência Efe o diretor de emergências de Pinamar, Teodoro Maio.

De acordo com Maio, a equipe de emergência, que trabalhava no evento do sábado, quando foi iniciada a festa, também esteve presente no momento do acidente.

Os quatro integrantes dessa equipe, ao observarem que o ex-boxeador (que sofria de diabetes) não respondia aos procedimentos de emergência, o transferiram em uma ambulância ao hospital onde foram realizadas "todas as medidas necessárias".

Melo chegou a desafiar o americano Michael Moorer pelo título mundial dos meio pesados da Organização Mundial de Boxe (WBO) no dia 28 de abril de 1990, mas foi derrotado por nocaute./ Com informações da agência EFE

 

 

MAIS SOBRE:

LutasMario Meloboxe
Comentários