Fica a dica: cinco motivos para assistir o UFC Chile neste sábado

O primeiro evento do UFC na América do Sul fora do Brasil tem Demian Maia e Kamaru Usman na luta principal

 D. Maia e K. Usman fazer a luta principal do UFC Chile após lesão do argentino S. Ponzinibbio. Foto: Reprodução/Instagram UFC

Relacionadas

O Ultimate desembarca em Santiago neste sábado (19) para o UFC Fight Night Chile. Essa é a primeira vez que o evento acontece na América do Sul fora do Brasil. Na luta principal da noite, o brasileiro Demian Maia enfrenta o nigeriano, Kamaru Usman na categoria dos meio-médios.

Belfort admite que lutou lesionado: 'Não fui o primeiro e não serei o último'

UFC Chile: Kamaru Usman vê oportunidade de mostrar que é diferenciado

Após um ano fora do octógono, Bethe Pitbull volta no UFC 227

O card do evento ainda traz mais quatro brasileiros: Vicente Luque enfrenta Chad Laprise; Michel Trator encara Zak Cummings; Poliana Botelho mede forças contra a japonesa Syuri Kondo; Felipe Silva terá pela frente Claudio Puelles.

Para você entrar no clima do UFC Chile, confira cinco motivos para você assistir o evento.

1 - A contagem regressiva de Demian

 D. Maia aceitou o desafio de substituir S. Ponzinibbio mesmo com pouco tempo de preparação. Foto: Reprodução/Instagram Demian Maia

Demian Maia anunciou nesta semana que tem mais quatro lutas em contrato com o UFC e deve pendurar as luvas em seguida. O primeiro embate é contra Kamaru Usman neste sábado. O brasileiro acredita que até o fim de 2019 deve encerrar a carreira.

Maia é considerado um dos maiores representantes do jiu-jitsu no MMA e ela a sério esse posto. “O que me empolga é a minha missão de divulgar o Jiu-Jitsu para as pessoas, a diversão de treinar e me manter no topo. Foi uma visão que eu tive há uns três anos, após ter um problema no ombro, que é a missão de divulgar o Jiu-Jitsu, que faz a diferença todos os dias na vida de tantas pessoas, e isso é mais importante do que qualquer coisa”, explicou Demian.

Demian tem um cartel de 32 lutas, 25 vitórias e oito derrotas no MMA. O faixa-preta de jiu-jitsu já disputou o cinturão do UFC em duas oportunidades, sendo superado por Anderson Silva, em 2010, pelo título dos médios (até 84kg.) e Tyron Woodley pelo cinturão dos meio-médios (até 77,1kg). em 2017. A última luta do brasileiro foi a derrota para o norte-americano Colby Covington em outubro passado, em São Paulo.

2 - O pesadelo nigeriano: Kamaru Usman

 Usman mantem-se invicto no UFC. (Foto: Reprodução/Facebook UFC)

Mesmo com 31 anos, Kamaru Usman ainda é um novato para o MMA. O nigeriano encara o brasileiro Demian Maia de olho na ascensão ao top-5 dos meio-médios.

Dono de um jogo de wrestler com excelente quedas e um boxe de punhos pesados, Usman quer fazer jus apelido e ser o 'Pesadelo Nigeriano' do brasileiro.

Ele tem 13 lutas na carreira, com 12 triunfos e uma derrota. No UFC, ele está invicto com sete vitórias. O pesadelo nigeriano já enfrentou os brasileiros: Warlley Alves e Sérgio Moraes.

3 - Zak Cummings x Michel Trator

 Trator não conseguiu bater o peso da categoria dos leves no UFC Belém e Rotterdam. Foto: Reprodução/Instagram Michel Trator

Na categoria dos meio-médios Zak Cummings enfrenta o brasileiro Michel Trator na última luta do card preliminar. Michel Trator originalmente pertence aos pesos leves (até 70,3kg.), mas com dificuldades de perder peso nos eventos em Belém e em Rotterdam foi penalizado pelo UFC. O atleta foi colocado na divisão dos pesos meio-médios (até 77,1kg.).

Trator estreou com derrota no Ultimate em 2013 contra o também brasileiro Paulo Thiago no UFC on FX: Belfort vs. Rockhold. Michel tem um cartel de 26 lutas, com 24 vitórias e duas derrotas. Sua última luta foi a vitória por decisão sobre o norte-americano Desmond Green no UFC Belém em fevereiro deste ano.

Zak Cummings iniciou sua carreira no MMA em 2007 e acumulou dez vitórias consecutivas em eventos nos Estados Unidos. Assim, em 2009, chamou a atenção do extinto Strikeforce que o contratou para lutar contra Tim Kennedy. Cummings foi derrotado por finalização com um estrangulamento no segundo round. Em 2013 foi contratado pelo UFC e estreou com uma vitória sobre Ben Alloway. Zac tem um cartel de 26 lutas, com 21 vitórias e cinco derrotas.

4 - Poliana Botelho, a esperança da Nova União

 P. Botelho tem um cartel com seis vitórias e uma derrota. Foto: Reprodução/Instagram Poliana Botelho

Nos últimos anos, a equipe Nova União ostentou cinturões nos principais eventos de MMA pelo mundo. Porém, recentemente, o time perdeu espaço com as quedas de José Aldo e Renan Barão no UFC, além de Dudu Dantas no Bellator. Mas com uma nova safra de atletas, isso pode mudar.

Poliana Botelho, de 29 anos, é discípula de Dedé Pederneiras e esperança uma das esperanças na Nova União. No UFC Chile contra a japonesa Syuri Kondo ela vai para a segunda luta pelo Ultimate.

Em 2014 e 2015, a brasileira lutou três vezes pelo XFC Internacional onde venceu todos os embates por nocaute. As apresentações de Poliana chamaram a atenção do UFC. A estreia foi com vitória sobre Pearl Gonzalez no UFC 216 em outubro de 2017.

5 - Primeiro evento na América do Sul fora do Brasil

 UFC Fight Night 129 deve receber cerca de 12 mil espectadores. (Foto: Reprodução/Instagram Movistar Arena)

Em seu plano de expansão mundial, o UFC dá mais um passo neste sábado. A cidade de Santiago, capital do Chile recebe o primeiro evento realizado na América do Sul que fala espanhol. Os outros eventos foram realizados somente no Brasil. A Movistar Arena, tem capacidade para cerca de 12 mil espectadores e promete ter lotação máxima.

Com o evento no Chile, vão ser dois cards consecutivos na América do Sul. Uma semana antes, no dia 12 de maio, o Rio de Janeiro recebe o UFC 224 na Jeunesse Arena. UFC Fight Night 129 tem 13 lutas com seis embates no card principal e sete no preliminar. O evento será transmitido pelo Canal Combate a partir das 19h30.

Ficha técnica do UFC Chile 

DATA E HORÁRIO:  19/04/2018, a partir das 19h15 (horário de Brasília)

LOCAL: Movistar Arena, Santiago, Chile

TRANSMISSÃO: Canal Combate

Card principal 

Peso meio-médio: Demian Maia x Kamaru Usman

Peso palha: Alexa Grasso x Tatiana Suarez

Peso meio-pesado: Jared Cannonier x Dominick Reyes

Peso galo: Diego Rivas x Guido Cannetti

Peso mosca: Veronica Macedo x Andrea Lee

Peso meio-médio: Vicente Luque x Chad Laprise

Card preliminar

Peso meio-médio: Zak Cummings x Michel Trator

Peso mosca: Brandon Moreno x Alexandre Pantoja

Peso palha: Poliana Botelho x Syuri Kondo

Peso pena: Gabriel Benítez x Humberto Bandenay

Peso galo: Henry Briones x Frankie Saenz

Peso leve: Claudio Puelles x Felipe Silva

Peso pena: Enrique Barzola x Brandon Davis

MAIS SOBRE:

LutasMMA [artes marciais mistas]Tyron WoodleyJosé AldoUFC [Ultimate Fighting Championship]
Comentários