Floyd e Malinaggi sugerem 'espionagem' a treinos de Conor McGregor

Ex-campeão Paulie Malinaggi teria se oferecido de propósito para ser sparring do irlandês para dar informações a Mayweather

Relacionadas

O ex-boxeador Paulie Malinaggi se irritou profundamente com Conor McGregor após ter tido imagens e vídeos da sessão de sparring entre os dois divulgadas pela equipe do irlandês. Mas, parece que a vingança veio rápido. Ele teria oferecido ajuda ao “Notorious” simplesmente para espioná-lo e dar detalhes da forma de Conor para o rival Floyd Mayweather.

A indicação da ‘espionagem’ partiu dos próprios lutadores que se encontraram na academia de “Money” na última quinta-feira. Em vídeo publicado pelo site norte-americano “FightHype”, os dois aparecem xingando McGregor e dizendo que Mayweather pediu a Malinaggi que se infiltrasse no camp do irlandês para conseguir informações valiosas.

“Esse é o meu amigo Paulie. Meu amigo Paulie sempre foi meu amigo. Sabe de uma coisa? Eu disse até para o meu amigo, meu amigo ligou e disse “Ei, Floyd quer que eu vá para o camp?”, eu respondi: “Com certeza, p…””, declarou Floyd, sem dar detalhes sobre uma possível espionagem, mas dando a entender que isso ocorreu.

Enquanto os dois conversavam e Floyd falava sobre “espionagem”, Paulie apenas xingava McGregor, dizendo que ele era um “trouxa”. No fim do vídeo, Mayweather ainda assinou um pôster da superluta, cruzando o rosto de Conor e escrevendo o número 50, em relação às vitórias que terá na carreira profissional caso vença o irlandês.

MAIS SOBRE:

lutasBoxeFloyd MayweatherConor Mcgregor
Comentários