Jon Jones garante estar limpo para luta com Anthony Smith no UFC 235

Campeão dos meio pesados afirma que não está preocupado com os resultados dos testes antidoping

 J. Jones disse que a rotina de testes tem sido desgastante. Foto: Reprodução/Instagram @jonnybonesJon Jones fará sua primeira defesa do cinturão dos meio-pesados contra Anthony Smith no UFC 235, sábado (02), em Las Vegas. As desconfianças de possível doping voltam à tona quando o lutador é escalado para algum evento do Ultimate. Contudo, o norte-americano garante que está limpo para o combate.

Relacionadas

"Não estou preocupado com isso, estou limpo e confio em como estou. Venho sendo testado exaustivamente nos últimos quatro anos e tenho certeza que sou o cara mais testado em doping nesse último ano, talvez o atleta mais testado de todos os tempos. Esse sistema antidoping é relativamente novo e é bom para todos aprenderem os detalhes de cada substância. Não me importo de fazer muitos testes, isso ajuda os atletas no futuro", disse Jones em entrevista ao site do canal Combate.

Após teste positivo no UFC 232, Jones aceitou passar por exame antidoping nas três entidades reguladoras: USADA, VADA e Comissão Atlética de Nevada (NAC). O campeão dos meio pesados relatou que chega a realizar três testes por semana e isso tem sido desgastante.

"Tem sido desgastante. Representantes da USADA chegam a bater na porta da minha casa para testes três vezes por semana, isso é muito. Fico agradecido de não ter que fazer o teste de sangue em todas às vezes, mas no fim das contas só quero respeitá-los porque estão fazendo o trabalho deles. E eu fazendo o meu", contou Jon.

Doping do UFC 232

Jones foi flagrado no exame antidoping com metabólitos do esteroide anabolizante "turinabol" às vésperas do UFC 232. Mesma substância encontrada em seu organismo no UFC 214 em 2017. Na ocasião, o lutador derrotou Daniel Cormier por nocaute, mas teve o título dos meio pesados após falhar no teste de doping.

A quantidade de "turinabol" encontrada no exame antidoping foi considerada pequena e por isso, Jones foi liberado para enfrentar Alexander Gustafsson. Contudo, ele teve que aceitar passar por testes regulares de três órgãos diferentes: USADA, VADA (Agência Antidoping Voluntária) e NAC. Somente assim o campeão dos meio-pesados recebeu a licença para lutar em Las Vegas novamente.

MAIS SOBRE:

MMA [artes marciais mistas]Jon JonesUFC [Ultimate Fighting Championship]Anthony Smith
Comentários