'Luta do século': Pacquiao torce para Mayweather; Tyson prefere outro combate

Astros dos ringues comentaram a 'luta do seculo', marcada para 26 de agosto

Relacionadas

Duas lendas do boxe - o pugilista filipino Manny Pacquiao, multicampeão em oito categorias diferentes e o lutador norte-americano Mike Tyson, ex-campeão mundial dos peso-pesados - comentaram, nesta segunda-feira, a aguardada "luta do século" entre o boxeador norte-americano Floyd Mayweather e o campeão do MMA irlandês Conor McGregor.

O confronto está marcado para Las Vegas (EUA), em 26 de agosto, e ocorrerá sob as regras do boxe.

Para Pacquiao, que em sua carreira já sofreu uma derrota para Mayweather, em 2015, o boxeador é o grande favorito contra McGregor que, em sua visão, "não é compatível com boxe".

"Eu posso dizer que Floyd Mayweather vai vencer, porque a luta é de boxe, não de MMA. Eu não acho que McGregor seja compatível com o boxe, o boxe puro. Eu espero que essa não seja uma luta chata", afirmou o filipino, considerado um dos maiores boxeadores da história. Contratualmente, inclusive, há a previsão de uma multa caso o irlandês aplique golpes de MMA no adversário.

Já Tyson acha que na "luta do século" o irlandês do MMA também não terá chance. "Eu não acho que seja ruim para o boxe. Mas eu não acho que ele (McGregor) tenha alguma chance. Ele não vai conseguir tocar no Floyd", afirmou.

Em seguida, o lendário lutador afirmou que está ansioso mesmo é para ver outro combate, a luta entre o mexicano Saúl Canelo Alvarez e o cazaque Gennady Gennadyevich Golovkin, marcado para 16 de setembro de 2017. "Me intriga mais, mal posso esperar para ver essa luta", declarou.

 

MAIS SOBRE:

lutasBoxeFloyd MayweatherMike TysonConor Mcgregor
Comentários