Lutador de MMA é morto após ter casa invadida nos Estados Unidos

Aaron Rajman treinava na American Top Team, mesma academia de Amanda Nunes e Júnior Cigano

Relacionadas

Aaron Rajman, de 25 anos, morreu na última terça-feira após discutir com invasores em sua casa na cidade de Boca Raton, na Flórida. Atleta da American Top Team, uma das maiores academias do mundo, o norte-americano treinava no mesmo local que alguns dos grandes nomes do esporte, entre eles alguns brasileiros como a campeã peso galo do UFC, Amanda Nunes e o ex-campeão peso pesado Júnior Cigano.

De acordo com o xerife responsável pelo caso, Rafman foi acertado por pelo menos um tiro e acabou falecendo no dia seguinte. Segundo o jornal ‘Sun Sentinel’, os detetives estão tratando o caso como homicídio, mas ainda não há motivos ou suspeitos. 

Aaron Rajman tinha uma modesto cartel com duas vitórias e duas derrotas como profissional de MMA. 

MAIS SOBRE:

lutasMMAEstados Unidos
Comentários