Lutadores criticam postura de Colby Covington no UFC e prometem vingança

Norte-americano, que já foi embora do Brasil, revela que passou o dia inteiro no quarto com medo após a grande repercussão

O norte-americano Colby Covington já foi embora do Brasil, após criar polêmica no UFC São Paulo, mas deixou uma enorme quantidade de desafetos. Os lutadores nacionais não gostaram das declarações do atleta, que disse que o "Brasil é um chiqueiro e vocês são uns animais sujos", em referência ao público.

Relacionadas

+ Covington xinga brasileiros e tumultua UFC São Paulo

O primeiro a enquadrar Covington foi Lyoto Machida, que cruzou com o lutador nos bastidores do UFC no ginásio do Ibirapuera e mostrou todo seu descontentamento com a atitude do rapaz, que tinha acabado de vencer Demian Maia por decisão dos juízes. "Você desrespeitou o Brasil, vai se f****, eu vou acabar com você", disse Lyoto, segundo Colby contou ao programa "Iconic Playz".

Quem também ficou muito bravo foi o lutador Erick Silva, que usou as redes sociais para ameaçar. "Você vem ao meu país e desrespeita meu povo. Eu tenho negócios no Canadá agora, mas depois eu quero chutar seu traseiro", afirmou o capixaba.

Outro que se manifestou foi o peso pesado Antônio Pezão, que treina na mesma academia de Covington, a American Top Team. "Colby treina na minha equipe, mas foi um FDP ao falar mal dos brasileiros. Ele treina com brasileiros e respeito é tudo na vida de um ser humano. Ele é uma pessoa suja e vou ensinar respeito a ele", avisou.

Após vencer Demian Maia, Covington, que já havia provocado os brasileiros, continuou seus xingamentos, o que deixou os fãs furiosos. Ele teve de sair correndo do octógono enquanto torcedores atiravam copos pláticos nele. A organização do UFC achou melhor levá-lo logo para o hotel e ele ficou com segurança na porta de seu quarto o tempo todo.

"Fiquei com um pouco de medo. Quando batiam na porta, não sabia quem poderia ser. Passei o domingo inteiro no quarto e à noite me levaram para pegar meu voo. Não acho que cruzei a linha", explicou Covington em entrevista ao MMA Fighting. Ele também desdenhou dos brasileiros de sua equipe. "Não sou amigo deles, não saio com eles", comentou.

MAIS SOBRE:

lutasUFC [Ultimate Fighting Championship]Lyoto MachidaErick SilvaMMA [artes marciais mistas]
Comentários