Lyoto Machida vence Chael Sonnen com joelhada e aposenta falastrão

Brasileiro emplacou sua segunda vitória consecutiva no Bellator e fez o norte-americano pendurar as luvas

Relacionadas

Virou rotina na carreira de Lyoto Machida, o brasileiro aposentou mais um grande nome do esporte. Depois de Randy Couture, Vitor Belfort e Mark Muñoz, o Dragão fez o polêmico Chael Sonnen pendurar as luvas no Bellator 222, realizado na sexta-feira, 14, em Nova York. O ex-campeão do UFC frustrou as investidas de queda do rival e com uma linda joelhada voadora mandou o norte-americano para a lona.

"Eu tenho uma coisa a dizer: eu me diverti muito", disse Sonnen após a luta. "Scott Coker [presidente do Bellator] me deu um contrato de cinco lutas e me deixou realizar todas as cinco lutas. Senhoras e senhores, estou saindo. Eu aprecio as lembranças. Adeus."

A luta principal.

O combate de estilos ficou claro desde o primeiro instante. Mesmo com 42 anos, Sonnen fez uso de sua tática de buscar a queda. Ele tentou grampear o brasileiro, mas Machida bateu no chão e se levantou rápido. Na média distância, o brasileiro trabalhou com chutes na linha de cintura. Nos instantes finais do primeiro assalto, quando o norte-americano tentou novamente a queda, ele recebeu uma dura joelhada voadora e foi para a lona. Lyoto ainda acertou alguns socos no solo, mas não conseguiu encerrar o combate.

No início do segundo round, já com o rosto bastante inchado, Sonnen buscou a queda logo nos primeiros segundos. Porém, mais uma vez, Machida disparou a joelhada voadora e o norte-americano caiu novamente. Dessa vez, Lyoto acertou vários socos por cima até o árbitro intervir e decretar o nocaute técnico.

Rory MacDonald vence Neiman Gracie, defende cinturão e faz final de GP contra Douglas Lima.

Em outra luta de destaque do Bellator 222, o canadense Rory MacDonald fez valer o favoristimo diante do brasileiro Neiman Gracie, defendeu o cinturão dos meio-médios e avançou a final do GP da categoria. Na grande decisão ele irá encarar outro atleta tupiniquim: o ex-campeão Douglas Lima.

O combate começou bastante estudado com MacDonald controlando a distância e acertando os melhores golpes em pé. O brasileiro esperava o melhor momento para atacar, mas evitava se expor.

No segundo assalto, Neiman buscou a queda logo no primeiro minuto e, no solo, quase finalizou a peleja. Ele encaixou a chave de perna no canadense que teve que girar três vezes pelo cage para aliviar a pressão na articulação. MacDonald ainda tentou a parcial por cima, mas golpeou pouco.

No terceiro round, Rory frustrou as investidas de Neiman e ainda derrubou o brasileiro, controlando a peleja por cima. A história se repetiu na parcial seguinte. O canadense era melhor na luta em pé e contragolpeava as quedas do brasileiro, sempre caindo por cima.

Com a disputa nas mãos do canadense, Neiman voltou disposto a virar a peleja no quinto assalto. Ele derrubou MacDonald logo nos primeiros segundos e rapidamente chegou a montada. O brasileiro tentou encaixar o katagatame, mas Rory defendeu bem. O canadense repôs a meia-guarda e, na sequência, a guarda. Nos segundos finais, Gracie ainda tentou outra chave de perna. Entretanto, MacDonald fez ótima defesa no momento em que o gongo soou.

Confira abaixo os resultados completos do Bellator 222.

Card Principal

Rory MacDonald derrotou Neiman Gracie por decisão unânime dos juízes (49-46 48-47 48-47) - Semifinal GP dos meio-médios

Lyoto Machida derrotou Chael Sonnen por nocaute técnico aos 22seg. do R2

Dillon Danis finalizou Max Humphrey com uma chave de braço aos 4m28s do R1

Patrick Mix finalizou Ricky Bandejas com um mata-leão aos 1m06s do R1

Juan Archuleta derrotou Dudu Dantas por nocaute aos 4m59s do R2

Kyoji Horiguchi derrotou Darrion Caldwell por decisão unânime dos juízes (49-46 48-47 49-46) - Disputa dos cinturão dos galos

Card preliminar

Adam Borics derrotou Aaron Pico por nocaute aos 3m55s do R2

Taylor Turner derrotou Heather Hardy por nocaute técnico aos 3m53s do R1

Valerie Loureda derrotou Larkyn Dasch por decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 30-27)

Robson Gracie Jr. finalizou Oscar Vera com uma chave de braço aos 3m14s do R1

Mike Kimbel derrotou Sebastian Ruiz em decisão dividida dos juízes (28-29, 30-27, 30-27)

Haim Gozali finalizou Gustavo Wurlitzer com um triângulo aos 4m02s do R1

Lindsey VanZandt  finalizou Rena Kubota com um mata-leão aos 4m04s do R1

Phil Hawes derrotou Michael Wilcox por nocaute técnico (interrupção médica) aos 5m do R1

Marcus Surin derrotou Nekruz Mirkhojaev em decisão dividida dos juízes (30-27, 27-29, 29-27)

Brandon Polcare finalizou Brandon Medina com uma guilhotina aos 4m33s do R1

Kastriot Xhema derrotou Whitney Francois por nocaute técnico aos 3m17s do R2

John Beneduce derrotou Kenny Rivera em decisão unânime dos juízes (30-26, 30-27, 30-27)

MAIS SOBRE:

MMA [artes marciais mistas]Lyoto MachidaChael Sonnen
Comentários