Marido de lutadora do UFC paga fiança e vai responder acusação em liberdade

A Justiça de Honolulu reclassificou a acusação de Arnold Berdon para agressão em segundo grau

 A. Berdon vai responder ao processo em liberdade. Foto: Reprodução/Instagram @rachaelostovich

Relacionadas

Arnold Berdon estava preso após ser acusado de agredir a lutadora do UFC Rachael Ostovich no domingo, dia 18, em Honolulu, no Havaí. Devido a uma reclassificação na acusação realizada pelo Tribunal de Justiça, o atleta pagou a fiança de US$ 75 mil (R$ 288,3 mil) e vai responder ao processo em liberdade.

Agora, ele será julgado por agressão em segundo grau e não mais por tentativa de homicídio. As informações são do site norte-americano MMA Fighting. O marido de Ostovich afirmou ser inocente e que apenas estava tentando se defender da esposa.

A audiência preliminar do caso de agressão da lutadora do UFC será realizada no dia 18 de dezembro e Berdon terá de comparecer ao Tribunal, exatamente um mês após o ataque. 

Devido à agressão, a lutadora foi hospitalizada e teve uma fratura no osso orbital, localizado na face. Rachael afirmou que foi agredida repetidas vezes por Berdon na cabeça, rosto e costela. Após o episodio a lutadora do UFC pediu uma de ordem de restrição ao marido.

Na semana passada, Rachael Ostovich revelou que quase engasgou com seu sangue ao ser agredida por seu marido e chegou a vomitar algumas vezes. 

 

MAIS SOBRE:

LutasUFC [Ultimate Fighting Championship]MMA [artes marciais mistas]agressão físicaRachael Ostovichviolência contra a mulher
Comentários