Marreta passa por cirurgia nos joelhos e tranquiliza fãs: ‘Deu tudo certo’

Atleta é submetido a procedimento de mais de quatro horas de duração para corrigir lesões sofridas no duelo contra Jon Jones

O brasileiro Thiago Marreta passou por uma cirurgia de mais de quatro horas, em Los Angeles (EUA), para correção de problemas nos dois joelhos em consequência de seu duro combate contra o norte-americano Jon Jones pelo título dos meio-pesados (até 93kg.), realizado no último dia 6.

Na ocasião, Marreta rompeu totalmente o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, sofreu uma fratura na tíbia, além de rompimentos parciais no ligamento colateral medial e menisco. No direito, o atleta teve uma intervenção no menisco. Em publicação recente na sua conta oficial no Instagram, o carioca afirma que passa bem e tranquiliza fãs.

“Depois de 4 horas e meia de cirurgia, terminou e deu tudo certo, agora vou focar na minha recuperação para voltar o quanto antes. Sempre grato à Deus e obrigado a todos vocês pela energia positiva e pelo carinho”, publicou Thiago.

O ex-desafiante ao título meio-pesado do UFC viajará nesta sexta-feira (19), para Las Vegas, onde dará início ao processo de fisioterapia para a futura normalização de suas condições físicas. O tratamento será realizado no próprio Instituto de Performance do Ultimate.

Em entrevista ao ‘Esporte Espetacular’, a Diretora de Fisioterapia do Instituto, Dra. Heather Linden, revela que a expectativa é de que o atleta da Cidade de Deus (RJ) fique afastado das lutas por aproximadamente oito meses, devido ao grau da lesão.

“No caso de uma reabilitação extensa, como é o caso, geralmente o atleta deve voltar a treinar entre seis e oito meses, e nós gostaríamos de vê-lo, no final desses oito meses, treinando para lutar. Em quatro meses, ele deve estar apto a fazer alguns exercícios esportivos, que não tenham muito impacto no joelho. Em seis meses, começamos a adicionar mais impacto, alguns treinos de luta agarrada em ambientes controlados”, disse a profissional.

“Em oito meses, ele poderá começar a treinar quase tudo de novo, contanto que tudo saia da forma como estamos planejando. Mas vai levar de 8 a 12 meses até a gente ver o Thiago de volta ao octógono. Nós queremos nos certificar de que ele vai se recuperar o melhor possível, que os dois joelhos vão estar 100% e que nada vai atrapalhá-lo quando ele quiser voltar ao octógono”, afirmou Heather.

Caso se confirmem as previsões de Linden, Marreta estaria apto para atuar entre março e julho do ano que vem. Cabe, no entanto, ao corpo do lutador responder bem aos procedimentos envolvidos que visam sua melhora e buscam fazer com que o atleta volte a se apresentar em alto nível.

 

MAIS SOBRE:

MMA [artes marciais mistas]UFC [Ultimate Fighting Championship]Thiago MarretaJon Jones
Comentários