Marreta rompe todos os ligamentos do joelho esquerdo e só volta em 2020

Lutador brasileiro se lesionou no duelo com o Jon Jones, no último sábado

 Marreta deixa área de lutas em cadeira de rodas. Foto: Reprodução / Instagram

Relacionadas

Thiago Marreta fez a luta de sua vida diante de Jon Jones no UFC 239, realizado no último sábado. Mesmo lesionando o joelho no início do duelo, ele esteve perto de bater o norte-americano, considerado por muitos o melhor lutador de todos os tempos. Entretanto, o esforço por se manter no combate com a articulação lesionada cobrou um duro preço: o brasileiro rompeu todos os ligamentos do joelho esquerdo e menisco.

Marreta passará por tratamento cirúrgico nos Estados Unidos e o tempo de recuperação é de, no mínimo, oito meses. A informação sobre o prazo do retorno foi dado pela equipe do lutador em entrevista ao site do canal Combate.

Neste caso, o atleta tupiniquim só voltaria a competir no primeiro trimestre de 2020, adiando uma possível revanche imediata contra Jon Jones, em dezembro, data em que o norte-americano gostaria de competir novamente.

Além da grave lesão na articulação no joelho esquerdo, os médicos tem a suspeita de lesão parcial nos ligamentos do lado direito. Um novo exame deve ser feito ainda nesta semana nos EUA.

Jones x Marreta

Considerado como amplo azarão nas casas de apostas, com cotação de 5:1, Marreta travou uma luta equilibrada do principio ao fim com Jon Jones. O brasileiro foi o primeiro atleta a vencer o norte-americano para um juiz oficial (a vitória de Jones foi na decisão dividida).  Mesmo assim, vários veículos de imprensa e lutadores do UFC apontaram o triunfo de Thiago

MAIS SOBRE:

MMA [artes marciais mistas]UFC [Ultimate Fighting Championship]Thiago MarretaJon Jones
Comentários