Mayweather cancela luta com Nasukawa e acusa organização de enganá-lo

O pugilista acusou a Rizin, organização japonesa, de não cumprir o que havia acertado

 F. Mayweather afirmou que continua aposentado. Foto: Reprodução/Instagram @floydmayweather

Relacionadas

A Rizin, organização japonesa de artes marciais mistas, anunciou a contratação de Floyd Mayweather e sua estreia na organização durante coletiva de imprensa na última segunda-feira. O pugilista iria encarar Tenshin Nasukawa no dia 31 de dezembro. No entanto, o retorno de ‘Money’ à ação foi cancelado após três dias de sua divulgação.

Nesta quarta-feira, o astro do boxe negou ter aceitado um combate oficial com o lutador japonês e ainda acusou a franquia de enganá-lo. Em uma postagem no Instagram, Mayweather declarou que havia feito um acordo com a organização para uma exibição de nove minutos em três rounds com um rival da escolha da Rizin.

O combate seria apresentado apenas para um seleto grupo de pessoas, que pagariam um valor bastante alto pelo ingresso. “Fui convidado a participar de uma exibição de nove minutos, em três rounds, com um adversário selecionado pela Rizin", conta Mayweather. "Esta exibição foi previamente organizada como uma ‘Luta Especial’ apenas para fins de entretenimento, sem a intenção de ser representada como uma luta oficial televisionada em todo o mundo”, explica.

Floyd pediu desculpas aos admiradores pelas "informações muito enganosas" que foram divulgadas durante a coletiva. Ele garantiu que também foi surpreendido com a revelação do combate com Nasukawa.

“Quero pedir desculpas aos meus fãs pelas informações que foram anunciadas durante esta coletiva de imprensa e posso assegurar-lhes que também fiquei completamente surpreendido pelas providências que estavam sendo tomadas sem meu consentimento ou aprovação”, concluiu ‘Money’.

Confira o post na íntegra

Agora que estou de volta aos Estados Unidos depois de uma longa e decepcionante viagem a Tóquio, agora tenho tempo para falar com vocês, meus fãs e a mídia sobre o evento de 31 de dezembro que foi anunciado recentemente. Em primeiro lugar, quero deixar claro que eu, Floyd Mayweather, nunca aceitei uma luta oficial com Tenshin Nasukawa.

Na verdade (com todo o respeito), nunca ouvi falar dele até esta recente viagem ao Japão. Fui convidado a participar de uma exibição de nove minutos, em três rounds, com um adversário selecionado pela Rizin Fighting Federation.

O que me informaram originalmente, Brent Johnson da One Entertainment, foi que esta seria uma exibição para um pequeno grupo de espectadores ricos por um ingresso muito caro. Esta exibição foi previamente organizada como uma “Luta Especial” apenas para fins de entretenimento, sem a intenção de ser representada como uma luta oficial televisionada em todo o mundo.

Uma vez que cheguei à coletiva de imprensa, minha equipe e eu fomos completamente descarrilhados pela nova direção que esse evento estava tomando e tivemos que colocar um fim a isso imediatamente.

Quero pedir desculpas aos meus fãs pelas informações muito enganosas que foram anunciadas durante esta coletiva de imprensa e posso assegurar-lhes que também fiquei completamente surpreendido pelas providências que estavam sendo tomadas sem meu consentimento ou aprovação.

Para o bem dos vários fãs e participantes que vieram de todas as partes do mundo para participar desta coletiva de imprensa, eu estava com receio de criar uma grande polêmica combatendo o que estava sendo dito e por isso eu realmente sinto muito. Eu sou um boxeador aposentado que ganha uma quantia sem precedentes de dinheiro mundialmente por apresentações, palestras e pequenas exposições ocasionais.  

 

MAIS SOBRE:

LutasTenshin NasukawaFloyd MayweatherJapão [Ásia]MMA [artes marciais mistas]
Comentários