McGregor elogia avó de Cerrone após vencê-lo e volta a provocar Khabib

Irlandês abraçou a senhora Jerry Cerrone e também se disse mais russo que o eterno rival

Relacionadas

Conor McGregor conseguiu mais uma grande vitória no UFC na madrugada deste sábado para domingo ao nocautear Donald Cerrone em apenas 40 segundos. Na coletiva pós-luta, o irlandês falastrão mostrou tanto sua faceta 'paz e amor', ao elogiar a avó do adversário que havia acabado de derrotar, quanto sua conhecida arrogância para provocar o eterno rival Khabib Nurmagomedov.

"Ela foi incrível a semana inteira. Ela me mostrou respeito, e eu mostrei respeito para ela, do início da noite até o final, depois de nosso combate. Que mulher incrível! Foi genial conhecê-la", comentou McGregor sobre a senhora Jerry Cerrone.

Os elogios se estenderam ao neto. "Donald já lutou muito e essa dama estava ali até o final da noite. Que mulher... e que homem está criando. Estou muito orgulhoso de compartilhar a jaula com Donald. É um bom homem e tem pessoas boas atrás dele", comentou.

Sobre o grande rival, o russo Khabib, McGregor afirmou que aceita lutar na casa do adversário. "Eu amo a Rússia, amo os russos, fui lá recentemente, eles são apaixonados por MMA. Eles me apoiam, gostam do meu uísque, têm bom espírito... Que lugar incrível. Adoraria lutar lá. As pessoas gritam meu nome nas ruas por lá. Sou mais russo do que aquele homem, adoraria ir para lá. Traga aquele filho da p*** para a guerra. Adoraria competir na Irlanda, minha casa. Adoraria competir no estádio na Irlanda. Adoraria trazer isso para casa, sim", provocou.

McGregor ainda deve ter que esperar para poder voltar a enfrentar Khabib, no entanto. O russo tem uma luta marcada contra o norte-americano Tony Ferguson para 18 de abril, no UFC 249, quando irá defender o cinturão dos pesos leves (até 70kg).

MAIS SOBRE:

UFC [Ultimate Fighting Championship]MMA [artes marciais mistas]Conor McgregorDonald CerroneKhabib Nurmagomedov
Comentários