'Não voltarei se não for para ganhar 600 milhões e me divertir', diz Mayweather

Ainda assim, ex-boxeador norte-americano afirma estar desfrutando a aposentadoria

Relacionadas

Aos 43 anos de idade e já tendo finalizado uma carreira invicta no boxe, Floyd Mayweather não parece estar interessado em voltar aos ringues. O ex-boxeador, que recentemente se tornou técnico, estabeleceu condições bem peculiares para pensar em mais uma luta durante entrevista ao site Fight Hype.

"Não vou lutar com Adrian Broner, são só rumores. Estou aposentado. Já terminei com o boxe, se vou para a academia é porque não é ruim me manter em forma. Agora o que eu faço é treinar outros e me divertir", comentou Mayweather, que conquistou seis títulos mundiais ao longo da carreira.

Para o norte-americano, é necessário ter inteligência na aposentadoria. "Não quero terminar como meu tio ou como muito outros boxeadores que não souberam quando deixar o esporte. Tem que ser inteligente e fazer como McGregor e eu. Ele não podia me vencer mas brigou para ser o lutador de MMA que ganhou mais dinheiro. Eu faria aquilo novamente (lutar com McGregor) porque é entretenimento e negócio", relembrou, sobre a última luta da carreira, quando derrotou Conor McGregor.

"Outra vez eu digo: não vou lutar com boxeadores. Com nenhum. Estou aproveitando a aposentadoria. Mas se vejo a oportunidade de entreter, passar bem e ganhar 600 milhões, por que não? Se tenho que voltar, será para enfrentar alguém que tenho um país atrás. Teria que valer a pena, não valeria a pena me desgastar contra lutadores jovens", afirmou.

Com o cartel de 50 vitórias e nenhuma derrota na carreira, e uma fortuna estimada em mais de U$ 1 bilhão (R$ 5,48 bilhões), Mayweather realmente precisaria de razões muito boas para voltar a lutar boxe.

MAIS SOBRE:

boxeFloyd Mayweather
Comentários