O que dá para comprar com o relógio de R$ 69 milhões de Mayweather

Saiba quantas cestas básicas o ex-boxeador aposentado conseguiria adquirir com esse único item de luxo

O ex-boxeador americano Floyd Mayweather lidera a lista da revista Forbes de famosos mais bem pagos do mundo de julho de 2017 a julho de 2018, graças à histórica luta com o irlandês Conor McGregor, que lhe rendeu US$ 285 milhões (mais de R$ 1,1 bilhão).

+ Saiba quem são os 10 brasileiros mais caros da temporada 2018/19

+ Não foi a primeira vez: São Januário teve invasão de ratos em 2013

+ Brasileiro faz história ao ser o primeiro a participar de um Jogo das Estrelas

Mayweather é conhecido por suas coleções de carros, obras de arte e outros inúmeros itens de luxo que ele faz questão de exibir. Em seu Instagram, o ex-pugilista compartilhou um de seus últimos itens a serem adquiridos: um relógio de US$ 18 milhões, ou seja, mais de R$ 69,4 milhões. Para efeito de comparação, o custo dos produtos da cesta básica na capital paulista - que teve alta de 2,95% em junho, na comparação com maio - segundo pesquisa da Fundação Procon-SP, é de R$ 702,38. Um desse 'Relógio Bilionário' daria para comprar quase 100 mil cesta básicas: 98,887 mil unidades. 

Só uma unidade do relógio também seria mais do que suficiente para comprar um dos carros mais caros do mundo: Rolls-Royce Sweptail, um modelo exclusivo inspirado no design da marca dos anos 1920 e 30 que custou nada menos do que US$ 12,8 milhões –  cerca de R$ 43 milhões na conversão direta.

Caso optasse por gastar com acomodação, o norte-americano conseguiria comprar, com sobras, dois apartamentos dos mais caros da cidade de São Paulo. De acordo com uma lista da 123i de 2017, o apartamento localizado na Vila Nova Conceição de 753 metros quadrados custa R$ 26,4 milhões.

Após a divulgação da lista dos mais bem pagos, o atleta que se aposentou em agosto do ano passado comemora o feito. "Este ano, é ainda mais uma honra estar no topo da lista não apenas como um atleta, mas como artista e celebridade em geral", escreve.

"É um testemunho da dedicação e foco que coloquei em meu ofício e minha devoção em permanecer na minha própria pista, determinado a ser o melhor no que faço (...) Juntos, somos todos parte da equipe de dinheiro!"

Messi, que aparece em oitavo no ranking, obteve US$ 111 milhões, entre salário e contratos publicitários, enquanto Cristiano Ronaldo, que aparece em décimo, arrecadou US$ 108 milhões. Não muito longe deles, no posto 13, aparece o brasileiro Neymar, jogador do Paris Saint-Germain, com US$ 90 milhões. Ele se situa atrás de Conor McGregor (US$ 99 milhões).

 

First off, I would like to thank @Forbes for acknowledging my financial achievements throughout the many years of my career. This year, it's even more of an honor to be at the very top of the #Celebrity100 list not just as an athlete but as an overall entertainer and celebrity! It's certainly a blessing, especially as a retired boxer to land on the #1 spot of one the most prestigious list of our times. Being commemorated once again is a testament to the dedication and focus that I've put into my craft and my devotion to staying in my own lane, determined to be the very best at what I do. Congratulations to all 99 of the other celebrities that have accomplished their goals and earned their spot on this list as well. Together, We Are All Part of THE MONEY TEAM! Here's to another great year!

Uma publicação compartilhada por Floyd Mayweather (@floydmayweather) em

MAIS SOBRE:

LutasFloyd MayweatherForbesConor McgregorInstagramboxerelógio
Comentários