Segurança de Neymar vence em 59s e leva bônus de R$164 mil por nocaute

Nordine Taleb foi um dos contemplados com cheque extra por performance no evento canadense

 N. Taleb (dir) apagou D. Roberts (esq) (Foto: Reprodução Facebook ufc)

Relacionadas

Nordine Taleb, o canadense que ficou conhecido por trabalhar como segurança de Neymar, precisou de menos de um minuto para conseguir mais uma vitória no UFC. O meio-médio nocauteou Daniel Roberts em 59s com uma combinação de chute e socos que apagou o norte-americano, salvo apenas pelo árbitro central. Esta foi a segunda vitória consecutiva de Taleb, que já havia vencido Oliver Enkamp em maio deste ano. 

Taleb acertou um chute alto no queixo do adversário e depois mandou uma sequência de socos quando o rival estava no chão. Por sua performance, ele levará para casa um bônus extra de 50 mil dólares (R$164 mil), além do seu salário. O outro atleta que recebeu o prêmio de Performance da Noite foi o italiano Alessio Di Chirico, que conseguiu outro brutal nocaute, sobre Oluwale Bamgbose, com uma joelhada que "desligou" o nigeriano, que caiu de rosto no chão, completamente apagado.

+ Lyoto Machida fará luta principal do UFC Belém contra Eryk Anders

+ Mayweather diz que paga para ter relações sexuais: 'Não faço nada de graça'

+ Cormier admite que ainda tem pesadelos com derrota para Jon Jones

A premiação de Luta da Noite ficou para o estreante Julian Marquez e o inglês Darren Stewart, que substituiu "Vithai" Vitor Miranda. Marquez, que vem do programa Dana White's Tuesday Night Contender Series, venceu por finalização no segundo round com uma guilhotina, após ter trocado golpes com Stewart por quase 10 minutos. Os dois fizeram a luta mais emocionante do UFC Winnipeg e, a exemplo de Taleb e Di Chirico, levarão US$ 50 mil para casa.

MAIS SOBRE:

lutasNeymar
Comentários