UFC atende Cris Cyborg e agenda retorno da atleta para o UFC 240

Ex-campeã peso pena encara Felicia Spencer, no card encabeçado por Max Holloway e Frankie Edgar

Relacionadas

A brasileira Cris Cyborg estará de volta aos octógonos em breve. Quase cinco meses após a perda do cinturão das penas (até 65,7kg.) para Amanda Nunes, a lutadora tem confronto agendado contra Felicia Spencer no UFC 240, no Canadá. A informação foi divulgada pela ESPN. Até o momento, embate das atletas representa a luta co-principal do evento.

Dias após a ex-campeã do Invicta FC, Felicia Spencer, declarar que desejava enfrentar a brasileira, mas não em um prazo tão curto, o Ultimate se movimentou e conseguiu convencer a canadense a dividir o octógono com a lenda do MMA feminino.

O jornalista da ‘ESPN’, Brett Okamoto, foi um dos primeiros a publicar em sua conta no Twitter o anúncio de que as negociações estão praticamente fechadas. “O UFC está finalizando as negociações para a próxima luta de Cyborg Justino contra a ex-campeã do Invicta FC, Felicia Spencer, diz o presidente (do UFC) Dana White à ‘ESPN’. Co-evento principal do UFC 240 em 27 de julho, em Edmonton (Canadá)”, publicou Okamoto.

 

BREAKING: UFC is finalizing Cyborg Justino’s next bout, against former Invicta FC champion Felicia Spencer, UFC president Dana White tells @ESPN. Co-main event for UFC 240 on July 27 in Edmonton. Non-title bout. pic.twitter.com/kozQBX6qKs  

— Brett Okamoto (@bokamotoESPN) May 29, 2019

O site oficial e redes sociais do UFC ainda não confirmaram o encontro entre as lutadoras, no entanto, tudo leva a crer que o combate vai, de fato, acontecer.

Cyborg pediu a luta contra Spencer logo após a canadense derrotar a também ex-campeã do Invicta, no UFC Rochester. Na ocasião, a curitibana foi até as redes sociais para desafiar a atleta em um combate que aconteceria no país natal de Felícia, no Canadá.

Caso confirmada, as duas se apresentarão em antes da luta principal da noite, que será realizada por Max Holloway contra Frankie Edgar, em duelo que representa a disputa do cinturão dos penas entre ambos.

Este, em teoria, será um dos desafios mais duros da carreira de Cris. A brasileira enfrentará uma atleta invicta e com um cartel, até o momento, impecável. Felicia, de 28 anos, possui um cartel de sete lutas, sendo quatro vitórias por finalização, uma por nocaute e duas por decisão unânime dos juízes.

Cyborg, por sua vez, mais experiente, aos 33 anos, possui em sua lista de embates 23 lutas, com 20 vitórias, duas derrotas e um duelo sem resultado; em 2011, a curitibana venceu o combate contra a japonesa Hiroko Yamanaka, no entanto, foi flagrada em um exame anti-doping e o resultado da peleja foi alterado.

Em caso de vitória, a brasileira poderá voltar a sonhar com a recuperação de seu cinturão perdido em dezembro do ano passado, no UFC 232. A atual campeã das penas, Amanda Nunes, que também é a detentora do título das galos (até 61,2kg.), tem compromisso marcado contra Holly Holm para o dia seis de julho, no UFC 239. A compatriota já declarou que deseja dar uma revanche à Cyborg antes de se aposentar oficialmente dos octógonos.

MAIS SOBRE:

MMA [artes marciais mistas]Cris CyborgAmanda NunesUFC [Ultimate Fighting Championship]
Comentários