UFC deve mudar regra e defecar no octógono passará a ser nocaute técnico

Medida foi tomada após 'incidente' motivado pela norte-americana Justine Kish

Relacionadas

Uma nova regra para o MMA ainda não votada - que vai à avaliação em julho - mas que por questão de bom senso já será adotada nos combates a partir de agora é a que prevê derrota por nocaute técnico se ocorrer algum "incidade intestinal" no octógono. Tudo motivado pelo caso da lutadora Justine Kish, que acabou perdendo o controle e defecando em meio ao combate com Felice Herrig, no último fim de semana.

A recomendação foi feita pela Associação de Comissões de Boxe e de Esportes de Combate (ABC, na sigla em inglês), já estava em vigor antes mesmo do combate e determina que a luta deveria ter sido encerrada pelo árbitro Keith Peterson quando ocorreu o incidente com Justine. O caso da norte-americana acabou chamando a atenção para o problema.

A recomendação se aplica para casos em que o atleta perdeu o controle de uma função corporal, seja urina, fezes ou vômito. Caso aconteça, "a luta deve ser interrompida pelo árbitro e o combatente deve perder a luta por nocaute técnico", de acordo com o texto da recomendação, que será votada entre 24 e 26 de julho.

Segundo o árbitro John McCarthy, a recomendação já está em efeito, mesmo sem ter sito aprovada oficialmente. "É questão de bom senso, ninguém gostaria de rolar em matéria fecal", disse.

MAIS SOBRE:

lutasMMAUFC
Comentários