UFC orienta atletas a 'interromperem o uso de maconha' antes do evento

Evento que acontece dia 9 de junho será sancionado pela Comissão Atlética de Illinois, entidade que não tem tolerância com uso da droga recreativa

 Ultimate divulga memorando sobre UFC 225. Foto: DivulgaçãoPreocupado com possíveis problemas no UFC 225, evento que acontece dia 9 de junho em Chicago (EUA), o Ultimate resolveu ser cauteloso com seus atletas. A organização enviou um memorando para todos os lutadores do card informando que a Comissão Atlética de Illinois, entidade que irá sancionar o evento, tem uma dura política contra uso de drogas recreativas e recomendou que todos envolvidos no show suspendam uso de substâncias recreativas, como a maconha.

Relacionadas

Demian Maia substitui lesionado Ponzinibbio na luta principal do UFC Chile

Revanche entre Canelo e GGG está marcada para setembro

UFC anuncia próxima edição do TUF com lutadoras da categoria de Cyborg

Apesar da maconha ser uma droga recreativa que não é punida pela Agência Antidoping dos Estados Unidos (USADA) em períodos fora de competição - que não seja na semana do evento - a Comissão Atlética de Illinois não deixa esta abertura para os atletas e eles podem ser duramente punidos caso sejam flagrados no teste. Além disso, outras comissões tem uma tolerância 150ng/mL para metabólicos da maconha durante a semana da luta, já em Illinois a taxa deve ser zero.

"Por causa da política de tolerância da Comissão de Illinois para a maconha, recomendamos que o uso da droga seja interrompido para qualquer pessoa que participe do UFC 225 entre a data atual e o evento", diz o memorando, publicado pelo site norte-americano MMA Weekly.

A única exceção à regra será para os lutadores que receberam uma receita médica para usar maconha de forma medicinal. Esses atletas teriam que submeter os documentos por escrito junto à Comissão de Illinois comprovando a necessidade médica da maconha. A maconha está legalizada para uso recreativo em nove estados dos EUA e para uso medicinal em 29 dos 50 estados do país. Por outro lado, a droga permanece ilegal a nível federal.

UFC 225

UFC 225 traz em seu programa de lutas duas disputas de cinturão. Na atração principal da noite, Robert Whittaker defende seu reinado no peso médio (até 84 kg.) contra o cubano Yoel Romero. Na segunda luta mais aguardada do show, o brasileiro Rafael dos Anjos e o norte-americano Colby Covington duelam pelo título interino dos meio-médios (até 77,1 kg.). Confira abaixo o card do evento:

Robert Whittaker vs. Yoel Romero - luta pelo título dos médios

Rafael dos Anjos vs. Colby Covington - luta pelo título interino dos meio-médios

Andrei Arlovski  vs. Tai Tuivasa;

Alistair Overeem vs. Curtis Blaydes;

Holly Holm vs. Megan Anderson;

Cláudia Gadelha vs. Carla Esparza;

Ricardo Lamas vs. Mirsad Bektic;

Joseph Benavidez vs. Sergio Pettis;

Rashad Coulter vs. Allen Crowder;

Rashad Evans vs. Anthony Smith;

Mike Santiago  vs. Dan Ige;

CM Punk vs. Mike Jackson;

Clay Guida vs. Bobby Green;

MAIS SOBRE:

LutasUFC [Ultimate Fighting Championship]Estados Unidos [América do Norte]Rafael Dos Anjosmaconhadrogas
Comentários