Usman quebra mandíbula de Covington no UFC 245 e dedica vitória ao Brasil

Norte-americano chamou brasileiros de 'animais imundos' em 2017, antes de enfrentar Demian Maia

Relacionadas

O nigeriano Kamaru Usman lembrou dos brasileiros após derrotar o norte-americano Colby Covington no UFC 245, em luta disputada na noite deste sábado. O lutador africano manteve o cinturão dos meio-médios (até 77 kg.) ao nocautear o rival, que ofendeu os brasileiros em outras ocasiões anteriormente.

"Sou o melhor do mundo e vou continuar melhorando para dar shows como o de hoje para vocês. (...) Aí Brasil, isso foi para vocês também, foi para todo o mundo", declarou Usman, ainda no octógono, sendo muito aplaudido pelo público. O campeão dos meio-médios também é casado com uma brasileira.

Em 2017, Covington enfrentou Demian Maia no UFC São Paulo e afirmou que os brasileiros são 'animais imundos' e o País é uma 'lixeira'. Ele é conhecido por declarações e provocações do tipo e por seu apoio ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

A luta entre Usman e Covington foi de alto nível, como seria de se esperar entre dois atletas que dominaram a divisão nos últimos anos. Depois de quatro rounds muito disputados, o norte-americano caiu duas vezes durante o quinto e último assalto e foi salvo pelo árbitro de ser surrado.

MAIS SOBRE:

UFC [Ultimate Fighting Championship]MMA [artes marciais mistas]Kamaru UsmanColby Covington
Comentários