Walt Harris se manifesta após morte de enteada: 'Eu só quero você de volta'

Peso pesado do UFC faz publicação emocionante e revela sofrimento após fim trágico no caso de Aniah Blanchard, desaparecida há um mês

Relacionadas

O mundo do MMA está de luto após a divulgação da morte de Aniah Blanchard, de 19 anos, que estava desaparecida há pouco mais de um mês. A jovem é enteada do peso pesado do UFC, Walt Harris, que se manifestou pela primeira vez depois que a polícia divulgou a trágica notícia. Em publicação no Instagram, o atleta falou sobre o momento vivido por ele e pela família.

"Minha doce garota. Só quero agradecer por me ter ajudado a mudar a minha vida para melhor. Por me ensinar a ser um homem e um pai melhor. Por ser minha maior fã; ganhando, perdendo ou empatando. Por sempre saber o que dizer para colocar um sorriso no meu rosto e me levantar quando eu estava para baixo e queria desistir", escreveu Harris.

A mensagem continuou em tom de sofrimento. O lutador falou das dificuldades que vai enfrentar para superar uma perda tão grande em sua vida. "Essa dor é insuportável. Eu sei que você quer que eu seja forte, mas é tão difícil. Eu vou achar um jeito, eu prometo que vou. Agora, nada faz sentido e eu estou tão perdido. Eu só quero você de volta. Eu espero ter feito você se orgulhar”, declarou. “Eu vou seguir em frente. O papai só precisa de um tempo. Cuide de nós como você sempre fez. Nós precisamos de você mais do que nunca. Eu te amo para sempre", finalizou o atleta.

A mensagem de Harris emocionou a muitas pessoas no meio das artes marciais mistas. Dezenas de atletas comentaram a publicação, desejando força e prestando suas condolências à família do combatente.

Amanda Nunes, campeã das galos e penas foi uma das atletas que apoiaram Walt. Assim como a "Leoa", sua companheira, Nina Ansaroff, também fez sua homenagem. O brasileiro Thiago Pitbull foi outro lutador a apoiar o peso pesado, assim como a ex-campeã das palhas, Joanna Jędrzejczyk.

O anúncio da morte de Aniah foi divulgado na noite da última quarta-feira (27), após a perícia constatar que o material genético encontrado nos restos mortais de um corpo, em Macon County, nos Estados Unidos, era compatível com o da enteada de Harris.

Depois da confirmação da polícia, Dana White, presidente do UFC, foi a público anunciar o fim trágico do caso. Antes da tragédia, Harris tinha compromisso marcado o UFC Washington, que acontecerá em 7 de setembro. O atleta trocaria forças com Alistair Overeem, no entanto, o combatente se retirou do evento para se dedicar ao desaparecimento da enteada.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

My sweet baby girl... I just wanna thank you for helping me change my life for the better... For teaching me how to be a man and a better father! For being my biggest fan win, lose , or draw! For always knowing what to say to put a smile on my face and lift me up when I was down and wanted to give up. You light up my world I’m so many ways. This pain is unbearable... I know you want me to be strong but it so hard baby it so hard. I’m gonna find away I promise you I will. Right now nothing makes sense and I’m so lost. I just want you back. I hope I made you proud... I’m gonna keep going daddy just needs time. I love you so much. Look after us like you always did. We need you now more than ever. My lil mighty mighty tiger is a angel now. I love you baby girl forever and ever!

Uma publicação compartilhada por Walt Harris (@thebigticket205) em

MAIS SOBRE:

MMA [artes marciais mistas]UFC [Ultimate Fighting Championship]Walt Harris
Comentários