Medina comemora surfe na Olimpíada, mas faz ressalva sobre local de disputa

Surfista sonha com medalha de ouro, como seus amigos Neymar e Bruninho conseguiram

Relacionadas

Em 2020, o surfe estreará nos Jogos Olímpicos, que serão disputados em Tóquio, no Japão. Bicampeão mundial do esporte, Gabriel Medina pode realizar um sonho se for um dos brasileiros, mas tem ressalvas em relação ao local da disputa.

"Nunca fui para o Japão, mas fiquei sabendo que as ondas de lá são pequenas. Queria que pudéssemos competir num local que dê para surfar de verdade. Espero que dê onda", comentou o surfista brasileiro ao portal UOL.

Ainda assim, ele relata ter visto a alegria de seus 'parças' de outros esportes que foram campeões, e se vê na mesma situação. "Cresci assistindo as Olimpíadas, ficava torcendo pelo Brasil em tudo. Tenho amigos que ganharam medalhas de ouro: Bruninho (do vôlei) e Neymar. Agora posso fazer parte disso", projetou Medina.

No entanto, o caminho é longo e a competição será alta. O Brasil domina a elite do surfe  e terá duas vagas para cada gênero - dessa forma, Medina concorrerá com surfistas de alto nível como Filipe Toledo, Caio Ibelli e Ítalo Ferreira para poder competir em Tóquio.

MAIS SOBRE:

surfeGabriel MedinaOlimpíada 2020 Tóquio
Comentários