Medina intensifica tratamento no joelho para brilhar na etapa do Brasil

Brasileiro competiu com dores durante duas etapas do circuito

Relacionadas

Disposto a brilhar na etapa do Brasil do Mundial de Surfe, Gabriel Medina retornou ao País mais cedo para intensificar o tratamento da lesão no joelho direito, ocorrida ainda na fase inicial da abertura do WCT, na Gold Coast, Austrália, no dia 20 de março. Depois de competir com dores nas duas últimas etapas do circuito, a expectativa é que ele esteja apto a competir em Saquarema, no Rio de Janeiro, a aprtir do dia 9 de maio. 

"O Gabriel apresenta uma lesão do ligamento colateral medial grau 2, sem lesões de meniscos ou edemas ósseos importantes e precisa de oito a dez semanas para estar totalmente recuperado. Como a lesão foi no dia 20 de março, acredito que no Rio ele já esteja em boas condições", disse Marcelo Baboghluian, médico do Instituto Mar Azul, que o acompanha desde a adolescência.

O procedimento fisioterápico vem sendo feito pelo fisioterapeuta esportivo e osteopata Gabriel Theodoro Peixoto, que também atua com Gabriel desde os seus 16 anos e foi responsável pelo tratamento de outras lesões do atleta. "O tratamento consiste em ir contra o mecanismo de lesão, ganhando amplitude de movimento, através de liberações miofasciais, mobilizações e manipulações associadas à fortalecimentos, treino sensório-motor e gesto esportivo", explica o fisioterapeuta da clínica Life Square Health Center. 

MAIS SOBRE:

SurfeBrasilSaquaremaAustráliaGabriel MedinaRio de JaneiroSurfe
Comentários