Medina pega 'tubaço' e recebe a maior nota do dia na África do Sul; veja

Surfista brasileiro ficou com 9.93 no início da etapa de Jeffreys Bay do Circuito Mundial

Relacionadas

Gabriel Medina começou com tudo no primeiro dia da etapa de Jeffreys Bay do Circuito Mundial de surfe, na África do Sul. Depois de pegar um tubaço, o brasileiro recebeu três notas 10 e ficou com 9.93, a maior nota até agora na competição. 

O ótimo desempenho animou os fãs de Medina que vai em busca de quebrar um recorde da prova que dura 33 anos. Medina é goofy, nome dado àqueles que surfam com o pé direito à frente na prancha. E nas ondas sul-africanas, os goofys surfam a onda de costas (backside). O último campeão da etapa com tais características foi Mark Occhipulo, em 1984. Ou seja, se o brasileiro vencer a etapa poderá quebrar um recorde de mais de três décadas. 

Além de Medina, Adriano de Souza também avançou diretamente para o round 3. Outros representantes do Brazilian Storm, Filipe Toledo, Wiggolly Dantas, Ian Gouveia, Miguel Pupo e Caio Ibelli tropeçaram na estreia, mas têm uma nova chance na repescagem. O desempenho de Gabriel Medina empolgou os fãs nas redes sociais também e apareceu nos Momrntes do Twitter. 

MAIS SOBRE:

surfeGabriel MedinaÁfrica do Sul
Comentários