Mineirinho faz história em Bali e entra para seleto grupo do surfe

Surfista brasileiro somou 20 pontos em uma bateria de competição da divisão de acesso

Relacionadas

A quinta-feira, dia 27 de abril, será para sempre um dia inesquecível para Adriano de Souza. O surfista brasileiro fez história ao conquistar duas notas 10 na bateria de quartas de final do Komune Bali Pro, etapa do grupo de acesso à elite do surfe mundial. Apesar do feito impressionante, ele acabou eliminado na sequência, ficando com a terceira colocação da competição.

O campeão mundial de 2015 não tomou conhecimento do australiano Shane Holmes e venceu por 20.00 a 15.16. Com a nota máxima, ele ainda se deu ao luxo de descartar uma nota 9. Com a "bateria perfeita", o brasileiro se junta a Kelly Slater e Owen Wright como os únicos a conseguirem tal feito em toda a história do surfe.

Apesar disso, na sequência, Mineirinho enfrentou Brent Dorrington. Mesmo com duas notas acima dos 9 pontos (9,50 e 9,10), ele acabou eliminado, já que o australiano somou 19,03 pontos e se garantiu na final, onde superou o local Rio Waida.

Mesmo com a eliminação, Adriano chega com moral à próxima etapa do Circuito Mundial, que se inicia no próximo dia 9, em Saquarema, no Rio de Janeiro. Com 14.400 pontos somados nas três primeiras etapas da elite, ele é o melhor brasileiro até aqui, na quarta colocação geral.

MAIS SOBRE:

SurfeAdriano de SouzaIlha de BaliKelly SlaterSandro DiasAdrianoSaquaremaRio de JaneiroSurfe
Comentários