Mundial de surfe na França mistura a presença de surfistas com naturistas

Nona etapa do circuito terá como palco principal o balneário de Hossegor

Relacionadas

O brasileiro Italo Ferreira, atual quarto colocado do ranking mundial de surfe, usou o seu perfil nas redes sociais para divulgar uma foto em que ele aparece ao lado de naturistas. A fotografia foi tirada na França, local que recebe a nona etapa do Circuito Mundial de Surfe (WCT).

O circuito desembarca em Landes a partir desta quarta-feira e tem como palco principal o balneário de Hossegor. O inusitado fica por conta da presença de naturistas, que são permitidos no local e circulam ao lado dos surfistas.

A praia dos banhistas é próxima ao local de competição, fazendo com que os encontros entre essas duas tribos se tornarem comuns. "Surfar com os naturistas é realmente estranho para nós brasileiros, porque a gente não está acostumado com isso, mas aqui é super normal. É algo da cultura do lugar. Não é uma praia exclusiva disso e são apenas algumas pessoas que estão lá, onde vai ser o evento. Já aconteceu de estar surfando e ter alguns naturistas na água. Geralmente, são pessoas mais idosas", disse Ian Gouveia, outro brasileiro que disputa a etapa, em entrevista ao portal UOL Esporte.

A França faz parte do calendário do Mundial de Surfe desde 1983. As etapas rodam por lugares diferentes todas as temporadas, como Lacanau e Biarritz. Em alguns desses locais, o naturismo é ainda mais comum do que em Hossegor.

 

MAIS SOBRE:

SurfeFrança [Europa]Circuito Mundial de Surfesurfe
Comentários