Surfistas prestam tributo a brasileiro morto por ataque de tubarão nos EUA

Estudante de 26 anos morreu após ser atacado enquanto surfava na praia de Newcomb Hollow

Relacionadas

Surfistas marcaram presença na praia de Newcomb Hollow em Cape Cod, Massachusetts, nos Estados Unidos, nesta segunda-feira, para prestar tributo ao brasileiro Arthur Medici. O estudante de 26 anos morreu após ser atacado por um tubarão enquanto surfava no local. 

Medici foi atacado na tarde do último sábado, mas a polícia local só confirmou a morte neste domingo. "Não podemos sair daqui", afirmou o surfista Paul Fleming durante entrevista ao jornal Boston Herald. Ele chegou a contar que estava no local no momento do acidente.

Em sua declaração, Fleming ressalta que eles não podem parar de surfar no local por medo de ataques. "É como se você comparar com os terroristas. Você não pode mudar sua agenda porque algo pode ou não acontecer. Você não pode deixar de surfar porque um tubarão pode ou não estar nas redondezas", explica.

Diversos surfistas passaram pelo local deixando flores. Uma placa com os dizeres "proibido surfar ou nadar até futuras notícias" foi colocada na praia após a morte de Medici. Alguns atletas chegaram a entrar no mar para "celebrar a vida" em homenagem ao brasileiro.

Segundo as autoridades locais, Medici é a primeira vítima fatal de um ataque de tubarão em Masschusetts nos últimos 80 anos. Medici estava surfando com o irmão de sua noiva, quando foi atacado. O estudante morava em Revere, onde estudava engenharia. 

 

MAIS SOBRE:

GeralMediciMassachusetts [Estados Unidos]Estados Unidos [América do Norte]Paul Flemingsurfeataque de tubarãotubarão
Comentários