Velejador britânico desaparece no Oceano Antártico durante prova

Organização da etapa de vela admite que chances de encontrar John Fisher com vida são mínimas

Relacionadas

O velejador britânico John Fisher desapareceu no mar durante etapa da Volvo Ocean Race, no sul do Oceano Antártico, na última segunda-feira (26). A equipe Sun Hung Kai/Scallywag realizou uma busca exaustiva por várias horas em condições meteorológicas extremamente difíceis, mas não conseguiu recuperar seu companheiro de time.

Inglês simula Copa do Mundo da Rússia 100 vezes e resultado é surpreendente

Maradona vai a restaurante de carne e vira meme com tamanha euforia

Alemães provocam e Pelé alfineta relembrando a final de 2002

A organização da etapa, que vai de Auckland, na Nova Zelândia, a Itajaí, em Santa Catarina, diz que as chances de o atleta de 47 anos ser encontrado com vida são mínimas. O iate de quase 20 metros está a cerca de 1.400 milhas náuticas do Cabo Horn e 1.200 milhas distante do ponto terrestre seguro mais próximo da América do Sul.

Fisher, veterano da regata Sydney-Hobart, estava em vigília e usava um equipamento de sobrevivência adequado. “Dada a temperatura fria da água e o estado extremo do mar, além do tempo que já passou desde que ele caiu, agora precisamos presumir que ele se perdeu no mar”, disse o presidente da corrida, Richard Brisius, em um comunicado. Um navio foi desviado e encaminhado ao local, mas continua a mais de um dia de distância.

MAIS SOBRE:

VelaJohn FisheriateVelejador
Comentários