Antiga pista da Fórmula 1 será usada como hotel para quarentena

Autódromo da Índia terá alojamentos para acomodar trabalhadores que vão precisar cumprir isolamento social

Relacionadas

Sede de corridas da Fórmula 1 por três temporadas, o autódromo de Buddh, na Índia, será transformado nos próximos dias em um alojamento para se evitar o contágio do novo coronavírus. O governo local vai construir no complexo um espaço para 5 mil pessoas serem acomodadas e permanecerem isoladas até 14 de abril, data definida no país para encerrar o período de quarentena.

O governo indiano vai alojar no autódromo principalmente trabalhadores que vão deixar a capital, Nova Délhi, e voltar ao fim da quarentena obrigatória para suas cidades de origem. A preocupação é que o grande fluxo de pessoas possa espalhar a doença pelo interior do país. As moradias improvisadas serão montadas no complexo do autódromo, mas a pista de corrida deve permanecer intacta.

Em grave crise financeira, os responsáveis pela pista indiana têm enfrentado dificuldades para levar eventos automobilísticos até o local. Nos últimos seis anos, somente duas categorias internacionais correram por lá. A Fórmula 1 realizou etapas em Buddh entre 2011 e 2013. O alemão Sebastian Vettel, então na Red Bull, foi quem venceu em todas as ocasiões.

MAIS SOBRE:

automobilismoFórmula 1Índia [Ásia]coronavírus
Comentários