Após erro no Canadá, Fórmula 1 pode introduzir bandeirada automática

'Acho que precisaríamos pensar em ter um melhor final de corrida', disse Charlie Whiting, diretor de corridas da Fórmula 1

Relacionadas

A modelo Winnie Harlow foi convidada para sinalizar o fim do GP do Canadá realizado no último domingo, em Montreal. Porém, acabou cometendo uma gafe ao dar a bandeirada com uma volta de antecedência. A confusão pode fazer a Fórmula 1 introduzir bandeirada automática.

+ Incrível: piloto destrói moto e equipe realiza conserto em 12 minutos

+ Modelo se atrapalha com bandeira no Canadá; relembre casos semelhantes

+ Descubra as mudanças do novo modelo de capacete da Fórmula 1

"Acho que precisaríamos pensar em ter um melhor final de corrida. A bandeira quadriculada é tradicional, mas é algo propenso a erros", disse Charlie Whiting, diretor de corridas da Fórmula 1, que afirmou estar investigando um possível processo automatizado,

"Se for fazer isso automaticamente, precisa pensar exatamente em quando vai fazer isso, quando vai ativá-lo", explicou Whiting. 

Sobre o erro de Winnie Harlow, o diretor de corridas tirou a culpa da modelo. "A celebridade não tinha culpa, então eu não acho que isso é algo que precisamos considerar", completou. 

MAIS SOBRE:

VelocidadeFórmula 1
Comentários