De quase amputado à Fórmula 1: conheça a trajetória de Kubica

Piloto polonês estará de volta à categoria depois de grave acidente sofrido em prova de rali em 2011

Relacionadas

O polonês Rubert Kubica voltará à Fórmula 1 no próximo ano para coroar uma grande trajetória de vitória pessoal.  Confirmado na Williams para 2019, o piloto de 34 anos quase perdeu a mão direita amputada após sofrer um grave acidente de rali em fevereiro de 2011. Agora, anos depois do susto, ele retorna à categoria principal do automobilismo.

Kubica disputou 76 corridas pela Fórmula entre 2006 e 2010, até sofrer uma grave batida durante prova de rali na Itália. Por causa do acidente, ele correu o risco de ter a mão direita amputada e sofreu fraturas no pé e no ombro. O piloto ficou na UTI do hospital onde foi internado na Itália, depois de perder muito sangue no acidente, o que lhe obrigou a ser submetido a um longo processo de recuperação.

O retorno às competições se deu em 2012, também em provas de rali. Nos anos seguintes o polonês passou por várias categorias de automobilismo, até em 2017 se reaproximar da Fórmula 1, em experiências em testes e simuladores da Williams. "Estar de volta ao grid da Fórmula 1 na próxima temporada será uma das maiores conquistas da minha vida", disse. "Mal posso esperar para voltar às corridas", completou.

MAIS SOBRE:

Fórmula 1Robert KubicaWilliamsWilliams Escuderia
Comentários