Equipamentos transportados para a F-1 equivalem ao peso de 165 elefantes

É preciso percorrer um total de 131.995 km, usar 747 Boeings e levar cerca de 500 toneladas pelo mar

Relacionadas

Para transportar todos os equipamentos da Fórmula 1 ao longo dos GPs realizados em cinco continentes e contando o período de nove meses, é preciso percorrer um total de 131.995 km, usar 747 Boeings e levar cerca de 500 toneladas pelo mar. Tudo isso equivale ao peso de 165 elefantes.

Os números da logística da Fórmula 1 ficam ainda mais impressionantes quando se tratam apenas das equipes. A média é de 40 a 50 toneladas por equipe, incluindo 10 mil quilos de equipamentos eletrônicos. O transporte é realizado para carros, pneus, combustível, peças sobressalentes e até equipamentos de imprensa.

"Transportamos internacionalmente carros de corrida, motores, pneus, peças sobressalentes, combustível especial para corridas, materiais para a área vip de hospitalidade e equipamentos das equipes gerais e da imprensa", conta Patricia Starling, diretora comercial e Marketing da DHL Express. 

A empresa, parceira da Fórmula 1, faz entregas em voos expressos dentro de 24 horas. "Os equipamentos são acompanhados por um courier durante toda a viagem, que também facilita o caminho pela alfândega e organiza a transferência, de helicóptero ou moto, direto ao paddock da F-1, se necessário", conta Starling.

Neste domingo, o GP do Brasil será realizado a partir das 14h10. Antes, os pilotos participam de treinos livres e classificatórios nesta sexta-feira e no sábado.

MAIS SOBRE:

automobilismoFórmula 1GP Brasil [Fórmula 1]
Comentários