Estrutura 'hollywoodiana' põe atuais campeões perto de novo título do Sertões

X Rally Team, de Cristian Baumgart e Beco Andreotti, possui mais de 60 funcionários, alguns deles estrangeiros

Relacionadas

Mais de metade do Rally dos Sertões já se foi e começam a surgir os primeiros favoritos. Entre os carros, o trabalho impecável da X Rally Team, com mais de 60 profissionais, de três continentes diferentes, faz com que Cristian Baumgart e Beco Andreotti já comecem a se destacar, com mais de 15 minutos de vantagem para o segundo carro.

Nesta quarta-feira, o FERA viajou ao lado da equipe de apoio dos atuais campeões no trajeto entre Aruanã, em Goiás, até Barra do Garças, no estado de Mato Grosso e deu para entender que, para se fazer um vencedor, é preciso muito mais do que bons pilotos e navegadores.

Na X Rally Team, as muitas pessoas se dividem entre competidores de sete carros diferentes, mecânicos e equipe de apoio, um diferencial festejado por Cristian: "Tem muita gente que acha que para vencer basta ser um bom piloto, mas não. Faz muita diferença em uma prova como essa ter uma equipe bem estruturada, com mecânicos, uma praça de alimentação só nossa, local para fazer massagem. Tudo isso ajuda demais. Se quebra uma peça, tem que ter essa peça de reserva aqui. Eu não posso ficar dependendo da sorte. Tem que se preparar".

Fomos designados para estar na chegada do trecho cronometrado, de 273 km e, antes mesmo dos competidores terminarem a prova, a equipe já os esperava com água, isotônico, sanduíches e até mesmo shakes especiais à gosto dos pilotos. Além do grande número de profissionais, para algumas funções a X Rally optou por trazer gente de fora do Brasil para um suporte mais especializado. "Esse ano, trouxemos o cara que é responsável pelo projeto do carro, junto com o filho dele, que também é piloto de rali e um engenheiro francês. Todos eles trabalharam no projeto desse modelo, então não existe gente melhor para estar acompanhando do que quem realmente montou o carro", comentou o piloto, que ter parceria de longa data com Beco Andreotti.

 

Fala, Cristian! Como foi o dia hoje? #xrallyteam #vedacit #vedaboys #sertoes2017 #sertoes25anos #go301 #rally #automobilismo #carros #fordranger

Uma publicação compartilhada por X RALLY TEAM (@xrallyteam) em

Porém, para chegar à "potência" que hoje em dia é a equipe, muito trabalho foi feito para que eles pudessem colher os frutos. "A gente começou a equipe em 1999 e era bem pequenininha. Com os anos, fomos crescendo e agora se tornou um time bem completo e entrosado. E é bem engraçado que os pilotos querem estar com a gente, querem fazer parte da nossa equipe. Esse ano estamos com sete carros e só não temos mais porque realmente não dá", completou, destacando também as duplas Régis Braga Maia e Ana Carolina Sena Braga, Mauro Schenekenberg e Neurivan Calado, Pedro Helfenstein Prado Filho e Joaquim de Campos Bicudo Filho, Cleber Rodrigues Rosa e João Victor Ribeiro, Gunter Hinkelmann e Vinícius Ribeiro Castro, além de seu irmão, Marcos Baumgart, que corre ao lado de Kleber Cincea, que já abandonaram a edição 2017 do Rally dos Sertões.

MAIS SOBRE:

VelocidadeRaliRali dos SertõesAutomobilismo
Comentários