Ex-chefe de equipe da F-1, Briatore se orgulha de comparação com Trump

Italiano foi quem deu a ordem para que Nelsinho Piquet batesse de propósito quando estava na Renault

Relacionadas

Um dos grandes chefes de equipe da história da Fórmula 1, Flavio Briatore tem procurado influenciar a política de seu país natal, a Itália. Ele apoia Matteo Salvini, assim como outros políticos de direita, incluindo o norte-americano Donald Trump. E, comparado ao presidente dos Estados Unidos, gostou.

"A comparação com o presidente dos Estados Unidos me honra. Donald tem um talento inigualável. Quando se tornou postulante para comandar a Casa Branca, tinha todos contra, incluindo entre os seus. O conheço desde a década de 90, considero que fui o primeiro a trazê-lo para a Europa", afirmou Briatore em entrevista ao jornal 'Il Foglio'.

Briatore lançou recentemente um movimento político chamado 'Movimento del Fare', que, segundo ele mesmo, convida empresários e trabalhadores exitosos a ajudar a reiniciar o país com suas ideias e visão. Eles apoiam o político de direita nacionalista e anti-imigração Matteo Salvini, do partido 'Liga'.

O ex-chefe de equipe da Fórmula 1 resume os objetivos como criação de empregos, redução drástica da carga fiscal, trabalho para jovens, turismo e reforma judicial.

MAIS SOBRE:

automobilismoFlavio Briatore
Comentários