#FeranoSertões #8 - Nem acabou, mas já estou com saudades do rali

Experiência de pouco mais de uma semana foi uma das mais marcantes da minha vida

Relacionadas

Chegou ao fim o Rally dos Sertões e, também, uma das maiores experiências da minha vida. Ao longo da última semana, percorremos 3.300 km atrás de histórias e causos para contar e explicar um pouquinho do que é o maior rali do Brasil.

Passamos alguns perrengues, sustos, dormimos pouco e ficamos bons períodos sem comer. Mas, por outro lado, demos muira risada, fizemos amizades e conhecemos histórias de superação dignas de um bom livro. Tudo isso no trajeto entre Goiânia e Bonito, no Mato Grosso do Sul, onde essa aventura terminou.

Antes de tudo acabar, eu e uma outra equipe que trabalhava na cobertura decidimos desfrutar das últimas horas de rali e acordamos bem cedo neste sábado, pois gostaríamos de registrar o último nascer do sol do Sertões 2017. Saindo de Aquidauana, procuramos um ponto estratégico no caminho até a bela cidade sul-matogrossense.

Passado o momento, todos nós já praticamente não aguentávamos mais de curiosidade de saber quem seriam os grandes campeões do rali e fomos para o local da chegada da prova especial. Lá, as famílias e equipes já aguardavam os vencedores Jean Azevedo (motos), Diogo Zonaro (quadriciclo), Bruno Varela e João Henrique Arena (UTV) e Cristian Baumgart e Beco Andreotti (carros). Teve champanhe, muitas fotos, aplausos e comemoração não só para os campeões, mas para todos os que completavam a prova.

 

Depois, todos eles finalmente chegaram a Bonito, onde puderam comemorar o feito alcançado em uma rampa estrategicamente preparada para que os competidores fossem saudados pela população e os prêmios fossem entregues. Passada a cerimônia, era hora de festejar com os mecânicos e equipes com churrasco e muita cerveja para todos os envolvidos.

No período da noite, ainda rolou um show de encerramento, onde, finalmente, todos puderam relaxar e aproveitar um pouco a cidade de Bonito antes de retomar a rotina.

Da minha parte, só tenho que agradecer a organização do Rally dos Sertões, representados por Sabrina Proença e Du Sachs, aos jornalistas que me acompanharam em grande parte da jornada, seja em deslocamento ou então nas salas de imprensa, com destaque para Nilton Valentim, Carol Yada, Jackson Pinheiro e Vitor Sendra, além do cômido motorista Dalger, que dirigiu por mais de 4.000 km ao longo desses dias e estava sempre de bom humor. Tudo isso sem falar de Cláudia Ribeiro e Ricardo Ribeiro, da Vipcomm, que me proporcionaram essa experiência incrível.

A viagem nem chegou ao fim ainda, mas a saudade já está batendo de toda essa rotina cansativa, mas ao mesmo tempo prazeirosa. Será que no ano que vem eu vou participar de tudo isso novamente? Espero que sim! 

MAIS SOBRE:

VelocidadeMato Grosso do Sul [estado]Bonito [MS]Jean AzevedoRicardo RibeiroRaliRali dos SertõesAutomobilismo
Comentários