Hamilton 'comemora' ausência de chefe no GP: 'Sopro de vento fresco'

Após o hexacampeonato, Toto Wolff decidiu permanecer na Europa para reforçar a preparação do carro de 2020

Relacionadas

Após a conquista do hexacampeonato, Lewis Hamilton vive situação inusitada dentro da equipe. Pela primeira vez desde 2013, ele estará longe do chefe durante um fim de semana de GP. Toto Wolff decidiu não acompanhar a etapa da Fórmula 1 no Brasil, marcada para este domingo no autódromo de Interlagos, em São Paulo.

Wolff permaneceu na Europa para reforçar a preparação do carro de 2020 da equipe, após garantir os títulos do Mundial de Pilotos e de Construtores para a Mercedes. "É como um sopro de vento fresco [sem a presença de Wolff]", brincou Hamilton, ao "comemorar" a ausência do chefe no Brasil. 

"Ele tem tanta presença dentro desta equipe que, mesmo sem ele aqui, parece que ele está aqui. Tudo que foi acertado, foi feito por ele. Todo mundo está trabalhando normalmente", completou o piloto.

Apesar do hexacampeonato garantido, Hamilton também afirmou não querer descanso no GP do Brasil. O inglês avisou que vai brigar pela vitória e que encara a corrida no autódromo de Interlagos e a última etapa do ano, em Abu Dabi, como "brindes" para a Mercedes.

Os carros voltam à pista de Interlagos neste sábado para o terceiro treino livre, entre 12h e 13h. O treino para a definição do grid será às 15h. No domingo, o início da corrida está previsto para as 14h10.

MAIS SOBRE:

automobilismoGP Brasil [Fórmula 1]Fórmula 1Lewis HamiltonToto Wolff
Comentários