Internautas 'invadem' perfil de piloto que puxou freio de adversário na Moto2

Ação antidesportiva de Romano Fenati gera revolta nas redes sociais

Relacionadas

O piloto Romano Fenati teve seu contrato rescindido pela grave ação antidesportiva durante o Grande Prêmio de San Marino, no último domingo. Ele foi desqualificado imediatamente na prova depois de, em plena corrida, puxar o freio dianteiro da moto de seu compatriota Stefano Manzi para tentar ultrapassá-lo. A ação também gerou revolta nas redes sociais.

Internautas tomaram conta dos comentários das últimas publicações de Fenati nas redes. "Depois do que você fez, que é literalmente criminoso, você não deve mais correr em qualquer circuito", "suas ações comprometeram sua carreira", "nós nunca mais vamos ver você pilotar novamente", "espero que você esteja pensando em uma mudança de carreira, porque moto não é para você", escreveram.

O último post de Fenati no Twitter é um comunicado oficial pedindo desculpas, que não foram aceitas pelos fãs. "Oportunidade de se expressar depois de uma tentativa de assassinato?", questionou um dos internautas.

O gesto antidesportivo de Fenati também provocou a reação da equipe MV Agusta, com a qual o piloto italiano havia recentemente assinado um acordo para a próxima temporada. "Foi o pior e mais triste incidente que vi em uma corrida de motos. Os esportistas verdadeiros não atuam desta forma. Se fosse a Dorna (empresa detentora dos direitos comerciais da MotoGP), o impediria de voltar a competir", considerou Giovanni Castiglioni, dono da MV Agusta.

Confira algumas reações:

 

 

MAIS SOBRE:

VelocidadeMotoGP [motovelocidade]
Comentários