Macacão usado por Senna em sua estreia na Fórmula 1 é vendido por R$ 410 mil

Valor foi quatro vezes maior do que o estimado, expectativa era de arrecadar entre R$ 60 mil e R$ 105 mil

Relacionadas

O macacão usado por Ayrton Senna em sua estreia na Fórmula 1 foi leiloado no último domingo, em Paris. A expectativa era de arrecadar entre 15 e 25 mil euros (R$ 60 mil e R$ 105 mil), mas a peça superou o valor e foi arrematada por 97,5 mil euros (cerca de R$ 410 mil).

O valor, quatro vezes maior do que o estimado, se dá pelo fator histórico, já que o macacão foi usado por Senna não apenas na sua temporada de estreia, em 1984, mas também no GP de Mônaco. Na ocasião, o brasileiro garantiu o segundo lugar, ficando atrás de Alain Prost. A corrida chegou a ser interrompida pela chuva.

Outra peça vendida no leilão foi um modelo do carro Renault feito com 600 mil peças de Lego. O carro foi arrematado por 95,3 euros (R$ 400 mil) e conta com pneus Pirelli e o mesmo volante usado na Fórmula 1. Além disso, é pintado com os patrocinadores da equipe e personalizado com número 27 do alemão Nico Hulkenberg.

Assim como o macacão de Senna, o carro feito de peças Lego superou o valor estimado, que era de 50 mil euros (R$ 215 mil). Toda a verba arrecadada pelo leilão será doada para a UNICEF.

 

MAIS SOBRE:

Fórmula 1Ayrton Senna
Comentários